Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/279824
Type: TESE
Title: Globalização, estrategias gerenciais e trabalhadores : um estudo comparativo da industria brasileira de celulose
Title Alternative: Globalization, management strategies and workers: a comparative study of the brazilian pulp industry
Author: Santos, Glicia Vieira dos
Advisor: Araujo, Angela Maria Carneiro, 1952-
Abstract: Resumo: Esta tese analisa, a partir do local de trabalho e da percepção dos trabalhadores, os efeitos da globalização e da reestruturação produtiva para a produção, os trabalhadores da indústria de processo contínuo expostas ao comércio internacional e os sindicatos papeleiros. A hipótese central é a de que as mudanças associadas à globalização têm um rebatimento importante no interior das fábricas, modificando a correlação de forças entre os diversos atores envolvidos na produção e tendo na participação da mão-de-obra uma mediadora não-desprezível. A reestruturação na indústria de celulose e papel alcançou um amplo espectro: desde a reestruturação das cadeias produtivas no plano internacional, passando pela redefinição das estratégias gerenciais das empresas, ultrapassando os limites de suas fronteiras com mudanças nas relações com as comunidades locais e as firmas que integram a cadeia de fornecimento de produtos e serviços e, contemplando ainda, a reformulação das estratégias sindicais. Decisões gerenciais ¿técnicas¿ que ocultam uma dimensão ¿política¿ alteraram as relações de poder entre chefes, engenheiros e trabalhadores do chão-de-fábrica. Os procedimentos metodológicos adotados para a elaboração deste trabalho compreenderam: pesquisa bibliográfica, pesquisa de campo, pesquisa documental, análise de estatísticas sobre o mercado de trabalho, visitas a fábricas e sindicatos e entrevistas

Abstract: This thesis analyzes, from the perspective of the workplace and the frame of reference of employees, the effects of globalization and of productive restructuring on production, on the employees involved in industries that employ continuous processes and on the unions of the pulp and paper sector. The central hypothesis is that the changes linked to globalization have had a significant effect inside the factories, modifying the correlation of the strength of the many diverse players involved in production and they have also had a relevant mediating effect in terms of the participation of labor. The restructuring has reached a broad scope: going from the restructuring of the production chains, on an international scale, to the redefinition of the management strategies of the industries, and reaching beyond the industries internal boundaries through the changes brought on with respect to the communities and the companies that make up the supply chain and, also taking into consideration the reformulation of the strategies taken up by the unions. ¿Technical¿ management decisions that conceal a ¿political¿ dimension have altered the relationships of power among the bosses, engineers and other employees. The methodological procedures adopted include: bibliographical research as well as that of documentation, fieldwork, the analysis of statistics regarding the labor market, visits to factories and unions and interviews
Subject: Globalização
Relações trabalhistas
Eficiência industrial
Poder (Ciências sociais)
Emprego
Recursos humanos
Sindicatos
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2005
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Santos_GliciaVieirados_D.pdf1.68 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.