Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/279773
Type: TESE
Title: Lógicas de inconsistência formal e não-monotonicidade
Title Alternative: Logics of formal inconsistency and nonmonotonicity
Author: Cholodovskis, Ana Flávia de Faria, 1988-
Advisor: Carnielli, Walter Alexandre, 1952-
Abstract: Resumo: Existem diversas razões para justificar o desenvolvimento de lógicas não-clássicas tais como a expressividade destas linguagens e como elas poderiam ajudar a formalizar o pensamento humano. Neste sentido, as lógicas não-monotônicas foram desenvolvidas em prol de formalizar raciocínios cotidianos baseados na premissa de que nós deveríamos ser capazes de retratar conclusões previamente obtidas quando confrontadas com novas informações. Algumas lógicas não-monotônicas utilizam a noção de pensamento default para formalizar raciocínios cotidianos. Por outro lado, as lógicas paraconsistentes são aquelas lógicas que estudam teorias não-explosivas e foram desenvolvidas em prol de lidar com contradições. Sobre as lógicas paraconsistentes, existe uma classe de sistemas que se mostram realmente interessantes, particularmente: as Lógicas de Inconsistência Formal (LIFs). LIFs são um tipo especial de lógicas paraconsistentes que são gentilmente explosivas e internalizam o conceito de consistência no nível da linguagem-objeto utilizando o operador de consistência ? . A questão inicial Poderia a Paraconsistência substituir a Não-Monotonicidade? nos guiou à formalização de uma pergunta mais específica, entretanto, mais intrigante: É possível desenvolver uma lógica não-monotônica gentilmente explosiva?. No intuito de buscar responder a essa questão, é importante investigar conceitual e filosoficamente a relevância e as problemáticas de se desenvolver tal lógica. Este trabalho visa justificar a importância de uma lógica não-monotônica paraconsistente baseada nas Lógicas de Inconsistência Formal a partir de uma análise intuitiva dos conceitos e das noções envolvidas em tais sistemas formais considerando, ainda, abordagens possíveis a partir das chamadas Lógicas Adaptativas de Inconsistência e das Lógicas Moduladas

Abstract: There are many reasons to justify the development of non-classical logics such as the expressivity of those languages and how they could help to formulate human reasoning. In that sense, nonmonotonic logics were developed in order to formalize everyday reasoning based on the premise that we should be able to retract conclusions previously obtained in face of new information. Some nonmonotonic logics uses the notion of default reasoning to formalize everyday reasoning. On the other hand, paraconsistent logics are those logics that studies non-explosive theories and were developed in order to deal with contradictions. About paraconsistent logics, there is a class of systems that has shown to be really interesting, particularly: the Logics of Formal Inconsistency [LFIs]. LFIs are a special kind of paraconsistent logics that are gently explosive and internalize the concept of consistency at the object-language level using the consistency operator ?. The initial question Can Paraconsistency replace Nonmonotonicity? guided us to the formulation of a more specific yet intriguing question: Is it possible to develop a gently explosive nonmonotonic logic?. In order to answer that question, it is important to investigate both conceptual and philosophical relevance and problems of developing such logic. This work intends to justify the importance of a non-monotonic paraconsistent logic based on Logics of Formal Inconsistency from an intuitive analysis of concepts and notions involved in such formal systems, also considering possible approaches from the so called Adaptive Logics of Inconsistency an Modulated Logics
Subject: Lógica paraconsistente
Lógica
Lógica matemática não-clássica
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Cholodovskis_AnaFlaviadeFaria_M.pdf13.85 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.