Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/279761
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Sociabilidade, distinção e cidade : as elites campineiras e seus projetos de organização da vida (1933-1956)
Title Alternative: Sociability, distinction and city
Author: Prado, Arthur Prando do, 1984-
Advisor: Rubino, Silvana, 1959-
Rubino, Silvana Barbosa, 1959-
Abstract: Resumo: Essa pesquisa tem como objetivo propor uma análise da história urbana de Campinas no período compreendido entre 1933 e 1956, que possa levar em conta as atitudes de sujeitos particulares e suas intervenções sobre a vida pública. O período delimitado é importante por ser marcado pela atuação de um grupo que pode ser situado como uma fração intelectual da elite que, devido às posições ocupadas por seus representantes em meios predominantemente culturais, puderam divulgar seus ideais de cidade e civilidade de forma decisiva na condução da opinião pública. Essa hipótese de pesquisa desenvolve-se a partir de uma investigação que procura relacionar três dimensões da vida urbana: 1- a visão de mundo compartilhada pela elite em questão, sobretudo no que diz respeito à autoridade de seus discursos morais, 2- circunstâncias da vida material em Campinas no período, que permitiam a realização de um estilo de vida de acordo com os valores sustentados pela elite e, por fim, 3- a forma da cidade e do espaço público, no qual circulava e habitava a totalidade da população campineira, cujo projeto tinha por pressuposto os interesses particulares do grupo estudado

Abstract: This research proposes an analysis about the urban history of Campinas in the period between 1933 and 1956 that can take into account the attitudes of particular individuals and their interventions on public life. This period is important to the investigation because it was marked by the acting of a group which corresponds to an intellectual fraction of the elites, since their representatives occupied important positions in many cultural organizations of the city, allowing them to publicize their ideals of city e civility in a decisive way for the conduct of the public opinion. This research hypothesis was developed from the association of three dimensions of the urban life: 1- The world view shared by the elite in question, specially with respect to the authority of their moral discourse. 2- Circumstances of the material life in Campinas during the period, which allowed the realization of a life style in accordance with the values held by the elite and, at last, 3- the shape of the city and the public space in which circulated and lived the totality of the population of Campinas, whose project presupposed the particular interests of the studied group
Subject: Elites (Ciências sociais)
Planejamento urbano
Sociabilidade
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Prado_ArthurPrandodo_M.pdf2.65 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.