Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/279758
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Política e escravidão em O tronco do ipê, de José de Alencar : o surgimento de Sênio e os debates em torno da emancipação, 1870-1871
Title Alternative: Politics and slavery in O tronco do ipê, by José de Alencar
Author: Façanha, Dayana, 1986-
Advisor: Chalhoub, Sidney, 1957-
Abstract: Resumo: Esta dissertação explora a relação entre O tronco do ipê, romance de José de Alencar, e a experiência política do romancista como deputado e ex-ministro da Justiça. Como a obra foi publicada no início de 1871, o intento da pesquisa foi estudar a experiência parlamentar que precedeu a produção do romance, em 1870. Como metodologia de pesquisa, fez-se o cotejo entre O tronco do ipê e os anais parlamentares de 1870, que, por sua vez, foram estudados em seu veículo original de publicação, as páginas do Jornal do Commercio. Com isso, buscava-se uma relação mais densa entre os debates e sua repercussão na imprensa, a procura de um contexto amplo no qual inserir a produção literária. A dissertação analisa a forma como as discussões em torno da exoneração de José de Alencar do cargo de ministro da Justiça afetaram a produção de O tronco do ipê, dentre outras obras publicadas a partir do final de 1870, bem como a crítica à política imperial inserida no romance. Nesse contexto, formula-se uma hipótese acerca do surgimento do pseudônimo Sênio. Além disso, principalmente, a dissertação examina a relação que o romance de Alencar estabelece com os debates em torno da emancipação escrava no início da década de 1870, assim como o sentido político da representação da escravidão e das personagens escravas em O tronco do ipê

Abstract: This dissertation explores the relations between O tronco do ipê, a novel by José de Alencar, and the political experience of the novelist as a congressman and as former State Minister. As the novel was published in the beginning of the year of 1871, the intention was to study the parliamentary experience which preceded the writing of the novel, in 1870. As a research method we confronted O tronco do ipê with the 1870 parliamentary annals, which, in their turn, were studied at their original context, in the pages of Jornal do Commercio. The aim was to search for a more complex dialogue between the parliamentary discourses and its reverberation in the press, looking for a wide context in which to situate the literary production. The dissertation studies the ways in which Alencar¿s political experiences affected the writing of O tronco do ipê, as well as the political criticism inserted in the book. In this context it formulates a hypothesis about the appearing of the pseudonym Sênio. Moreover, the dissertation analyses the relation that Alencar¿s novel develops with the political debates about the slave emancipation in the beginning of 1870¿s, as well as the political meanings of the representations of slavery and slave characters in O tronco do ipê
Subject: Alencar, José de, 1829-1877. O tronco do ipê
Escravos - Emancipação
Escravidão na literatura
Literatura brasileira - História e crítica
Editor: [s.n.]
Citation: FAÇANHA, Dayana. Política e escravidão em O tronco do ipê, de José de Alencar: o surgimento de Sênio e os debates em torno da emancipação, 1870-1871. 2014. 222 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/279758>. Acesso em: 26 ago. 2018.
Date Issue: 2014
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Facanha_Dayana_M.pdf1.69 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.