Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/279644
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: O desenvolvimento do ser social na ontologia lukácsiana : trabalho e reprodução
Title Alternative: The development of the social being in Lukacs' ontology : labour and reproduction
Author: Van der Laan, Murillo Augusto de Souza, 1985-
Advisor: Ranieri, Jesus José, 1965-
Abstract: Resumo: Em fins da década de 1950, György Lukács propôs um renascimento do marxismo que fizesse frente tanto aos desenvolvimentos neopositivistas da filosofia burguesa quanto às deformações teóricas de Marx empregadas pelo taticismo stalinista. Vitimado por um câncer em 1971, o filósofo húngaro não pôde concluir suas pretensões teóricas. Ainda assim, nos legou uma rica leitura ontológica de Marx, como prelúdio de seu projeto não escrito de uma Ética marxista. A presente dissertação volta-se à investigação desta leitura, que seria um dos últimos posicionamentos teóricos de Lukács e que deram origem aos Prolegômenos para uma Ontologia do ser social e Para uma Ontologia do ser social. Concentra-se aqui na apresentação e articulação das categorias que considera-se fundamentais para o entendimento da concepção lukácsiana de desenvolvimento do ser social, perpassando o conjunto de reflexões gerais acerca do ser e atendo-se, sobretudo, aos capítulos O Trabalho e A Reprodução da parte sistemática de Para uma ontologia do ser social

Abstract: At the end of the 1950s, György Lukács, proposed a marxism renaissance that would be able to face the neopositivists development of the bourgeois philosophy and the theoretical distortions of Marx, advanced by the stalinist taticism. Killed by a cancer in 1971, the hungarian philosopher couldn¿t finish his theoretical plans. Nevertheless, he left us a rich ontological interpretation of Marx, thought as a prelude of his never written Ethics. The present dissertation investigates this interpretation, one of the last theoretical reflexions of Lukács, that resulted in the Prolegomena to the Ontology of Social Being and The Ontology of Social Being. The focus here is to present and articulate the categories that are essential to understand the lukácsian conception of the development of the social being: the ones dealing with the being in general but, specially, those presented in the chapter Labour and Reproduction, in the systematic part of The Ontology of Social Being
Subject: Lukács, György, 1885-1971
Marx, Karl, 1818-1883
Ontologia - Filosofia
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
VanderLaan_MurilloAugustodeSouza_M.pdf1.23 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.