Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/279587
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: O sindicalismo diante da privatização das telecomunicações no Brasil e na Argentina
Title Alternative: The unionism on the privatization of telecommunications in Brazil and
Author: Campinho, João de Almeida Rego, 1987-
Advisor: Galvão, Andréia, 1971-
Abstract: Resumo: Este trabalho busca comparar a ação sindical diante das privatizações das empresas de telecomunicações na Argentina e no Brasil, ocorridas em 1990 e em 1998, respectivamente, com o objetivo de entender diferentes posturas sindicais diante da privatização. Nosso objetivo central é o de analisar as diferentes estratégias sindicais diante da privatização. Isto porque enquanto o FOETRA Buenos Aires (Federación de Obreros y Empleados Telefónicos de la República Argentina) buscou resistir à privatização por meio da mobilização dos trabalhadores, o Sintetel-SP (Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado de São Paulo) não mobilizou seus representados, seja por meio de greves, paralisações ou grandes mobilizações de rua. Ao invés de buscar impedir o processo de privatização, o sindicato brasileiro, em determinado momento, passou a conciliar com as empresas e governo. Para compreender a adoção dessas diferentes estratégias, enfatizamos dois aspectos centrais: de um lado, a influência da estrutura sindical e da tradição sindical de cada país, bem como das experiências e características organizativas das categorias estudadas; de outro lado, os efeitos provocados pela reorganização e adaptação sindical ao contexto neoliberal nos dois países. Dessa maneira, esperamos contribuir com o entendimento tanto da relação entre neoliberalismo e ação sindical quanto da relação entre sindicalismo e estrutura sindical

Abstract: This work analyzes the syndical action against the privatization of telecommunications companies in Brazil and Argentina, which occurred in 1998 and 1990 respectively, in order to understand different syndical positions during the privatization. Our study aim to understand and compare actions, characteristics and motivations of different syndical strategies during the privatization. This is because while FOETRA (Federación de Obreros y Empleados Telefónicos de la República Argentina) Buenos Aires tried to resist the privatization through workers¿ movements, Sintetel (Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado de São Paulo) did not organize the workers, through strikes, paralysis or protests to prevent the privatization process before began to reconcile with companies and government. In order to better comprehend the different strategies adopted by each country, we will emphasize two central aspects. First, the influence in syndical action of consolidation form of trade unionism in each country, the characteristics of syndical structure and the experiences and traditions of the trade unions analyzed. Second, the effects of the neoliberal context over the syndical organization in both countries. In this way, we hope to contribute to understand the relationship between neoliberalism and trade union action and the relationship between trade unionism and syndical structure
Subject: Sindicalismo
Neoliberalismo
Privatização
Telecomunicações - Brasil
Telecomunicações - Argentina
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Campinho_JoaodeAlmeidaRego_M.pdf1.13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.