Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/279569
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Poesia moderna, mito e dialética revolucionária
Title Alternative: Modern Poetry, myth and revolutionary dialectic
Author: Padial, Rafael de Almeida, 1987-
Advisor: Benoit, Alcides Hector Rodriguez, 1951-
Abstract: Resumo: Este trabalho insere-se na tradição que reflete sobre a possibilidade de o conceito reencontrar o sensível em uma forma superior, como um universal concreto. Em certo sentido, busca-se uma fundamentação poética para a política (considerando-se aqui "poética" em sentido amplo). Trabalhamos as relações conflituosas entre poesia moderna e revolução, desde o que ficou conhecido, com Hegel, como "morte da arte", até a expressão da poesia como silêncio entre os chamados "poetas malditos" do final do séc. XIX. Para uma melhor compreensão dessa grave crise moderna da poesia pensamos ser necessário retornar à Grécia antiga e analisar a origem da obra de arte na sociedade ocidental, analise à qual nos ateremos. Por fim, verificaremos algumas possíveis analogias entre dialética revolucionária e poesia mítica, visando trazer ao presente a urgência da superação da estreita divisão social do trabalho

Abstract: This dissertation situates itself in the tradition that reflects on the possibility of the concept reconnecting with the sensible in a superior form, as a concrete universal. In a certain sense, we seek a poetic grounding for politics (using "poetic" here in its broadest sense). We consider the conflicting relations between modern poetry and revolution, starting from what became known ¿ with Hegel ¿ as "the death of art," up to the expression of poetry as silence by the so-called poètes maudits of the late 19th century. In order to attain a better understanding of the modern crisis of poetry, we believe it is necessary to return to ancient Greece and analyze the origins of the work of art in Western society, to which we have limited ourselves. Finally, we examine some possible analogies between revolutionary dialectics and mythical poetry, seeking to address the urgency of overcoming the extremely narrow social division of labor
Subject: Poesia moderna
Poetas malditos
Mito
Dialética
Filosofia marxista - Teoria
Editor: [s.n.]
Citation: PADIAL, Rafael de Almeida. Poesia moderna, mito e dialética revolucionária. 2015. 1 recurso online (159 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/279569>. Acesso em: 28 ago. 2018.
Date Issue: 2015
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Padial_RafaeldeAlmeida_M.pdf1.56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.