Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/279565
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: A ontologia marxiana do valor : uma determinação ideológica em O Capital (Livro I) de Karl Marx
Title Alternative: The marxian ontology of value : an ideological determination in The Capital (Book I) by Karl Marx
Author: Busso, Gilberto Leandro, 1977-
Advisor: Ranieri, Jesus José, 1965-
Ranier, Jesus José
Abstract: Resumo: O objetivo desta pesquisa é compreender a ontologia do valor em O Capital (Livro I) de Karl Marx. O argumento é que, a partir da inversão marxiana da dialética hegeliana, a categoria valor-trabalho tem uma determinação ideológica. O foco se detém na abstração racional do mais-valor. Valor é mensurado em sua substância (trabalho), grandeza (tempo de trabalho) e forma (valor de troca), e convertido em uma linguagem mercantilizada (expressa no dinheiro) para a produção/expropriação de mais-valor. Abstração é assim distanciamento e isolamento indefinido tendencial do mais-valor em relação à consciência do trabalhador. Verificamos essa abstração no mais-valor absoluto e relativo, e salário por tempo e por peça. Consideramos que a apresentação/representação (Vorstellung) do dinheiro é importante nessa abstração; que a ideologia em Marx não se reduz à abstração pura, portanto, à falsa consciência/ilusão; pois tem relação com a verdade capitalista ou a correspondência entre (Conceito-ideia) capital, (objeto) dinheiro e (realidade do) (valor-) trabalho

Abstract: The objective of this research is to understand the value of ontology in The Capital (Book I) by Karl Marx. The argument is that, from the Marxian inversion of the Hegelian dialectic, the labor value category has an ideological determination. The focus has rational abstraction of surplus value. Value is measured in substance (work), quantity (working hours) and form (exchange value), and converted into a mercantile language (expressed in money) for the production/expropriation of surplus value. Abstraction is thus distancing and indefinite isolation trend of surplus value in relation to the worker's consciousness. We see this abstraction in absolute and relative surplus value and wages for time and piece. We believe that the presentation/representation (Vorstellung) of money is important in this abstraction; that ideology in Marx is not reduced to pure abstraction, so the false consciousness/illusion; it has to do with the capitalist truth or correspondence between (concept-idea) capital, (object) money and (reality) (value-) work
Subject: Teoria do trabalho como base do valor
Dialética
Ideologia
Marx, Karl, 1818-1883. O Capital (Livro I)
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Busso_GilbertoLeandro_M.pdf4.45 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.