Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/279539
Type: TESE
Title: O problema da realidade objetiva da ideia do sumo bem em Kant
Title Alternative: The problem of the objective reality of the highest good idea
Author: Sipert, Claudio, 1976-
Advisor: Loparic, Zeljko, 1939-
Abstract: Resumo: O objetivo deste trabalho é abordar o problema da realidade objetiva da idéia do sumo bem na filosofia prática kantiana. Na Crítica da Razão Prática, a idéia do sumo bem representa o objeto necessário de uma vontade moralmente determinada e, por conseguinte, a razão nos leva a procurar pelas condições de possibilidade do seu objeto. Diante da impossibilidade de um objeto correspondente ao sumo bem na experiência, a realidade objetiva desse conceito parece ser possível somente se assumirmos um ponto de vista transcendente, onde o postulado da existência de Deus é pensado como condição de possibilidade do sumo bem, seja para pensá-lo como possível numa vida após a morte ou num mundo criado em conformidade com uma ordem teleológica moral. Entretanto, com o postulado da existência de Deus ultrapassamos o campo da experiência possível que, de acordo com Kant, é o domínio onde a realidade objetiva de um conceito puro tem de ser provada. Assim sendo, a idéia do sumo bem permanece um conceito transcendente e sem realidade objetiva. Buscaremos uma solução para o problema levantado, pelo viés da semântica transcendental, proposta por Loparic, que consiste em perguntar pelo sentido e pela referência dos conceitos e juízos num domínio de dados sensíveis

Abstract: The objective of this work is to approach the problem of the objective validity of the idea of the highest good in the kantiana practical philosophy. In Critical of the Practical Reason, the idea of the highest good is represented as necessary object of a will morally determined and, therefore, the reason take us to look for the conditions of possibility of its object. Ahead of the impossibility of a corresponding object to the highest good in the experience, the objective reality of this concept only seems to be possible to assume a point of view transcendent, where the postulate of the existence of God is thought as condition of possibility of the highest good, either to think the highest good possible about a life after the death or a world created in compliance with a moral teleologic order. However, with the postulate of the existence of God we exceed the field of the possible experience that, in accordance with Kant, is the domain where the objective reality of a pure concept has of being proven. Thus being, the idea of the highest good remains a concept transcendent and without objective reality. We will search a solution for the problem raised, for the bias of the transcendental semantics, proposal for Loparic, that consists of asking for the direction and the reference of the concepts and judgments in a domain of sensible data
Subject: Kant, Immanuel, 1724-1804
Razão
Semântica
Ética
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sipert_Claudio_M.pdf582.13 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.