Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/27939
Type: Artigo de periódico
Title: Protocolo de avaliação e classificação dos programas de residência e de especialização em Otorrinolaringologia no Brasil
Title Alternative: Evaluation and classification of residence programs in Otorhinolaryngology
Author: Crespo, Agrício Nubiato
Abstract: Residence training is defined in Brazil as a full time learning in practice process, developed in public health institutions, private hospitals and clinics, under surveillance of qualified medical staff.OBJECTIVE: To present the development process of a protocol of evaluation of residence programs in otolaryngology and its classification by quality. METHOD:Design a comprehensive protocol of evaluation to cover the broad aspects of medical education in otolaryngology. Classify the training programs by quality. Evaluate board certification performance of its residents. Analyze the correlation between program quality classification status and residents scores at the board certification exam. RESULTS: Eighty two residence programs were evaluated across the country in 2004, as follows: level A (12.20%), B+ (7.3%), B (19.5%), C+ (20.7%), C (17.1%), D (20.7%) and E (2.4%) p < 0.005. CONCLUSION:The evaluation program was able to discriminate, quality-wise, the training programs. The grades from those who passed the ABORL-CCF Board's Exam have the same ranking trend as that of their training institution. There was an improvement in the ranking of training programs after the program was implemented.
A residência médica é ensino de pós-graduação caracterizado como treinamento em serviço.OBJETIVO:Apresentar o protocolo de avaliação da ABORL-CCF dos cursos de residência ou especialização. MÉTODO:Desenvolvimento de um protocolo de avaliação; Classificação por qualidade; Comparação do desempenho dos alunos egressos no concurso para obtenção de título de especialista, segundo a classificação de seus programas de origem. RESULTADOS:Foram avaliados 82 programas de ensino em 2004 classificados como A+ (12,20%), B+ (7,3%), B (19,5%), C+ (20,7%), C (17,1%), D (20,7%) e E (2,4%). Houve discrepância em qualidade e distribuição geográfica. A classificação dos candidatos para obtenção do título de especialista foi melhor para os egressos dos programas mais qualificados. A curva das notas das instituições tem a mesma tendência decrescente que a obtida com as médias dos seus alunos. Dos programas inicialmente classificados como E, D, C ou C+, 77% melhoraram de classificação quando reavaliados após três anos. CONCLUSÃO:O protocolo de avaliação foi capaz de discriminar por qualidade os programas de ensino. As notas dos aprovados no concurso para título de especialista têm a mesma tendência da classificação de suas instituições. Houve melhora na classificação dos programas de ensino após a implantação do protocolo.
Subject: educação
educação superior
especialização
internato e residência
education
education, medical, undergraduate
internship and residency
specialization
Editor: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.5935/1808-8694.2013S001
Address: http://dx.doi.org/10.5935/1808-8694.2013S001
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942013000800002
Date Issue: 1-Sep-2013
Appears in Collections:Artigos e Materiais de Revistas Científicas - Unicamp

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S1808-86942013000800002.pdf3.45 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.