Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/279136
Type: TESE
Title: Prosa que tece a vida, estórias de mulheres em KwaZulu-Natal, África do Sul
Title Alternative: Prose that weaves life, stories of women in KwalaZulu-Natal, South Africa
Author: Vale, Maíra Cavalcanti, 1987-
Advisor: Thomaz, Omar Ribeiro, 1965-
Abstract: Resumo: O presente trabalho é fruto dos aprendizados ao longo do curso de mestrado e de três meses de trabalho de campo na África do Sul. O trabalho foi desenvolvido com foco no cotidiano de algumas mulheres negras, moradoras da região de KwaZulu-Natal e falantes de isiZulu, através dos diversos grupos dos quais fazem parte. Estes estão ligados a funerais e maneiras de poupar dinheiro - nos quais se encontram periodicamente para guardar certa quantia que poderá ser utilizada quando precisarem para os grandes custos de funerais ou rituais para os ancestrais -, como também relacionados ao ganho de recursos pela venda de artesanatos feitos de miçangas, alimentos produzidos em hortas comunitárias ou na criação de galinhas. A partir dessas experiências é também feita nesta dissertação uma discussão sobre a própria forma de se fazer e escrever a pesquisa. Ao usar no texto elementos trazidos de diversas formas de conhecimento, como a literatura, o trabalho de campo e alguns filmes, tentei demonstrar aquilo que aprendi com as pessoas que me receberam, de uma forma que pudesse espelhar a complexidade da vida e transpirar as confusões supostas em se estar na África do Sul. A escolha da narrativa tem como intenção ser instrumento que desenha a importância da terra e da ancestralidade, e de tudo que a ela está vinculado politicamente, na vida das mulheres e casas que me acolheram ao longo da pesquisa. Assim como nas próprias relações traçadas a partir das diferenças de língua e de cor. A ideia é construir conhecimento antropológico de uma forma em que a narrativa faça parte da reflexão, contando as estórias das pessoas que encontrei em diversas linguagens. O pressuposto aqui é, pois, de que é possível que a própria narrativa faça parte da construção de uma linguagem do conhecimento científico e analítico que se paute nas formas com que as próprias interlocutoras de campo pensam suas vidas

Abstract: This work is a result of master's course and of the three months of field work developed in South Africa on 2011. The work was done with focus on the daily activities of black women living in KwaZulu-Natal, isiZulu speakers, through the various groups which they are part of. Those groups are linked to funerals issues and to save money - meeting periodically to get money that can be used when needed for the large costs of funerals or rituals for the ancestors - as well as resources related to gain income from saling handicrafts made of beads, food grown in community gardens or raising chickens. From these experiences, it is also made here a discussion about doing and writing a research, for that, it is used along the dissertation elements brought from various forms of knowledge, such as literature, field work and some movies. In doing so, I tried to show what I learned from the people who received me in a way that could reflect the complexity of life and evidence the confusions supposed on being in South Africa. The narrative choices are intended to be an instrument that draws the importance of land and ancestry, and all that is politically linked to them, in the women's lives and homes which welcomed me along the search. Such as the relationships themselves drawn from the differences of language and color. The idea is to build anthropological knowledge in a way that the narrative is a part of the reflection, telling the stories of the people I met in several languages guided by what really care for the women and what they chose to tell me
Subject: Mulheres - KwaZulu-Natal (África do Sul)
Ancestralidade
Raças
Escrita
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Vale_MairaCavalcanti_M.pdf14.43 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.