Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/279069
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Mandioca = processos biológicos e socioculturais associados no Alto Juruá, Acre
Title Alternative: Cassava : interconnected biological and socialcultural processes in the Upper Juruá River, Acre
Author: Rizzi, Roberta
Advisor: Almeida, Mauro William Barbosa de, 1950-
Abstract: Resumo: Este é um estudo sobre a mandioca (Manihot esculenta Crantz.) e seu principal derivado, a farinha de mandioca. A farinha de mandioca é o principal item da dieta alimentar da população não-indígena no Alto Juruá no Estado do Acre onde o estudo foi realizado. O estudo apóia-se na pesquisa etnobotânica e etnográfica perto da cidade de Cruzeiro do Sul (Acre) e na Reserva Extrativista do Alto Juruá (também no Acre), complementada pela pesquisa bibliográfica e pelo emprego de técnicas visuais. A mandioca é cultivada em todo o Brasil e mundo, e é representada por um grande número de variedades. Ela constitui um dos mais importantes acessos para a compreensão das relações entre pessoas e o ambiente nas localidades estudadas. Há contudo lógicas diferentes operando no universo da farinha de mandioca nas duas localidades: 1) no regime de circulação da farinha - farinha como mercadoria em Cruzeiro do Sul, farinha como parte da economia doméstica e da economia reciprocidade de vizinhos na reserva; 2) na tecnologia - diferentes processos de fabricação da farinha, instrumentação e casas de farinha; 3) no gosto e predileção das diferentes farinhas e 4) nos cultivares - diferentes variedades de mandioca plantadas e utilizadas. A utilização de diferentes perspectivas - da botânica, da antropologia e da antropologia visual, assim como a realização de um documentário etnográfico, contribui de alguma forma para o diálogo entre as diferentes disciplinas

Abstract: This is a study on cassava (Manihot esculenta Crantz.) and on its main use in the Upper Jurua River (Brazil): the farinha de mandioca, or cassava flour. The farinha de mandioca is the main dietary item of the non-indigenous population in the upper Juruá. The study is based on ethnobotanical and ethnographic research carried out in Cruzeiro do Sul and in the Upper Jurua Extractive Reserve (in State of Acre), as well as on bibliographic research and by visual techniques. Manioc is grown all over Brazil and in several areas across the world, and is represented by a great number of varieties. It is one of the most important accesses to an understanding of the relationships between people and the environment in the areas under study. There are however here logics at work in the farinha universe in the two areas: (1) in the regime of circulation of farinha (as a commodity in Cruzeiro do Sul, and as part of the domestic economy and of the reciprocity network among neighbors in the Reserve); (2) in its technology (there are distinct processes of production, different tools and different farinha houses; (3) in tastes and preferences for different styles of farinha; (4) and in the varieties of cassava planted and consumed. The use of distinct perspectives -- ethnobotanical, anthropological and visual -- may also contribute to a possible dialogue between these approaches
Subject: Agricultura - Alto Juruá (AC)
Mandioca
Conhecimento tradicional
Agrobiodiversidade
Farinha de mandioca - Cultivo
Amazônia - História
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: RIZZI, Roberta. Mandioca = processos biológicos e socioculturais associados no Alto Juruá, Acre. 2011. 169 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/279069>. Acesso em: 17 ago. 2018.
Date Issue: 2011
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Rizzi_Roberta_M.pdf17.91 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.