Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/279063
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Povo da terra, terra do parque : presença humana e conservação de florestas no Parque Estadual Turistico do Alto Ribeira (PETAR)
Author: Silveira, Pedro Castelo Branco
Advisor: Almeida, Mauro William Barbosa de, 1950-
Abstract: Resumo: A pesquisa trata dos conflitos sociais que emergiram a partir da criação do Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (PETAR),analisando o modo de ver e agir dos moradores da região sul do parque face aos conflitos,com foco nas localidades Bairro da Serra e Bombas, no municípiode Iporanga/SP. Ela aborda o históricodos conflitos e questões etnográficas dos oradores, delineando-se a forma de interação destes com os outros atores sociaisem ação na região, tais como gestores da conservação, poder público municipal,turistas, pesquisadores, espeleólogose organizações não governamentais. São apresentadas algumas situações sociais por meiodas quais os conflitos são explicitados. A pesquisa analisa ainda as diversas soluções para os conflitos que são colocadas pelos atores, caracterizando as atividades ligadas ao turismoco mo solução hegemônica, e as soluções que passam pelo uso direto da floresta como periférica no campo de possibilidades constituído nos conflitos. Por fim, discute a situação conflitiva face à possibilidade de construção de uma sustentabilidade dissonante, que não passe por matrizes autoritárias ou liberais, que tome os moradores como sujeitos de seu futuro, e que veja as florestas a serem conservadas tanto como bem comum da humanidade quanto como recursos comunitários importantes para a reprodução social dos grupos residentes

Abstract: This research deals with the emergence of social conflicts in Alto Ribeira Touristic State Park (PETAR).We analyse the ways of seeing and acting of people living in the South portion of the park, focusing the locations Bairro da Serra and Bombas, in Iporanga, São Paulo state. We also deal with the historical process of the conflicts as well as ethnographic matters concerning the resident people, drawing the ways of interaction of this social actors with others, like the conservation managers, the municipal power, tourists, researchers, espeleologists and NGOs. We present some social situations that explicits the conflicts. We analyse the multiple solutions to the conflicts presented by the actors, describing activities linked with tourism as an hegemonic solution, and the solutions linked to diect use of the forest as peripheric in the field of possibilities. In the end, we discuss the conflictive situation face to possibilities of building a dissonant sustainability, wich is not based in autoritary or liberal matrix, in wich resident people can act as subjects of their future and wich considers forests to be conserved both as a common profit of ali human beings, as communitary resources that are important to the social reproduction of the resident social groups
Subject: Conservação da natureza - Aspectos sociais
Conflito social
Proteção ambiental
Recursos naturais - Conservação
Florestas - Conservação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2001
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silveira_PedroCasteloBranco_M.pdf19.74 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.