Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/279033
Type: TESE
Title: Passagens pelas ruas de São Paulo em narrativas (auto)biográficas
Title Alternative: Passages through the streets of São Paulo in (auto)biographical narratives
Author: Ciavatta, Hugo, 1986-
Advisor: Kofes, Suely, 1949-
Kofes, Maria Suely, 1949-
Abstract: Resumo: Apresento uma etnografia de intenção biográfica sobre pessoas em situação de rua na cidade de São Paulo. Frequentando a sede da OCAS (Organização Civil de Ação Social), que edita a revista 'Ocas" - saindo das ruas', exemplares vendidos por pessoas em situação de rua, trazendo as histórias de uma seção da publicação e encontrando regularmente Esmeralda do Carmo Ortiz, que em 2000 publicou "Esmeralda - por que não dancei", uma narrativa de sua vida, cuja maior parte ela vivera nas ruas do centro da cidade, procuro refletir sobre essas narrativas (auto)biográficas à luz da antropologia urbana. Inicialmente, procuro encontrar a abordagem biográfica em antropologia para as narrativas de vida que trago ao longo da dissertação. Em seguida, no primeiro capítulo, faço um percurso analítico que combina um recorte da antropologia urbana dedicada ao universo dos moradores de rua, em São Paulo, especialmente, em que aponto os usos que essa área faz de "biográfico". Nos capítulos seguintes, então, apresento a etnografia das narrativas (auto)biográficas. Primeiro, percorro as edições da revista publicada pela OCAS, especialmente na seção "Cabeça Sem Teto", dedicada às histórias de pessoas que estavam ou estiveram em situação de rua, e isso junto às histórias que conheci na própria instituição. Por fim, recupero a história de Esmeralda Ortiz, combinando sua narrativa autobiográfica registrada em livro com os encontros que tive com ela, refletindo sobre sua trajetória de vida

Abstract: This work is an ethnography with a clear biographical intent focused on the homeless people living in the city of São Paulo. Drawing, on one side, from visits to the office of OCAS (Civil Organization for Social Action), which publishes the magazine 'OCAS" - leaving the streets', copies sold by homeless; and, on the other side, from regular meetings with Esmeralda do Carmo Ortiz, who published "Esmeralda - por que não dancei", in 2000, a narrative of his life, most of which she had lived the streets of the city center, I reflect about these (auto)biographical narratives with a regard closed to the urban anthropology. First, I search for a biographical approach in anthropology to look to the narratives of life that I bring along the dissertation. Second, in the first chapter, I combine an urban anthropology approach to the world of the homeless pointing out the uses of the term "biographic" made in this area. In the following chapters, I present the ethnography of these (auto)biographical narratives. By doing that, I bring the stories that I found on the OCAS, as well as the narratives of the magazine, in the section "Cabeção Sem Teto", dedicated to the stories of people who lived or had lived on the streets. Finally, I retrieve the story of Esmeralda Ortiz, combining her autobiographical narrative recorded in the book with the meetings I had with her, reflecting about her life story
Subject: Pessoas desabrigadas - São Paulo (SP) - Narrativas pessoais
Autobiografia
Vida urbana - São Paulo (SP)
Antropologia urbana
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ciavatta_Hugo_M.pdf3.19 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.