Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/278946
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Razão e reificação = um estudo sobre Max Weber em Historia e Consciencia de Classe, de Georg Lukacs
Title Alternative: Reason and reification : a study on Max Weber in History and Class Consciousness, by Georg Lukacs
Author: Teixeira, Mariana Oliveira do Nascimento, 1984-
Advisor: Nobre, Marcos Severino, 1965-
Abstract: Resumo: O livro História e Consciência de Classe, publicado por Georg Lukács em 1923, foi objeto de intensos debates ao longo do século XX por conta da originalidade com que o filósofo húngaro abordou um tema candente na produção teórica marxista: a questão em torno da consciência. Um dos pontos polêmicos da abordagem lukácsiana desse problema é a combinação da teoria de Marx com elementos de outras matrizes metodológicas. Este estudo pretende apresentar a análise de um caso desse tipo de combinação: a apropriação feita por Lukács de elementos presentes na obra de Max Weber. Nos centramos, mais precisamente, no modo pelo qual Lukács articula a temática weberiana da racionalização do mundo na elaboração do conceito de reificação, que é o conceito central de História e Consciência de Classe. Procuramos esclarecer o caráter dessa articulação, de forma a responder às seguintes perguntas: a obra de Lukács constitui um quadro teórico "eclético", em que tradições conceituais distintas (a de Marx e a Weber) se justapõem de maneira fortuita ou contingente? A partir de que ponto de vista Lukács combina essas orientações teóricas? Para tanto, analisamos as aproximações e os distanciamentos entre os conceitos em tela, identificando quais aspectos da obra de Weber sobre a racionalização estão presentes no conceito lukácsiano de reificação, e quais aspectos foram por Lukács descartados. Nossa conclusão é a de que Lukács realiza uma apropriação da temática weberiana da racionalização a partir de um ponto de vista específico - a sua leitura da teoria de Marx como uma teoria que parte da perspectiva da totalidade. Lukács confere, assim, um novo estatuto a essa temática weberiana e cria a sua própria e original estrutura teórica, em que a racionalização permite a generalização do fetichismo e da alienação para as diferentes áreas da vida cultural.

Abstract: History and Class Consciousness, a book published by Georg Lukacs in 1923, was the subject of intense debates throughout the twentieth century because of the originality with which the Hungarian philosopher dealt with a hot topic in Marxist theory: the issue of consciousness. One of the controversial aspects of Lukács' approach to this problem is the combination of Marx's theory with elements of different methodological frameworks. This study aims to assay a case of this kind of combination: the appropriation made by Lukacs of elements present in the work of Max Weber. We focus more precisely on the way Lukács articulates the Weberian thematic of the rationalization of the world in the developing of the concept of reification, which is the central concept of History and Class Consciousness. We seek to clarify the nature of this relationship in order to answer the following questions: s the work of Lukacs an "eclectic" theoretical framework in which different conceptual traditions (those of Marx and Weber) are juxtaposed in a fortuitous or contingent way? From what point of view Lukacs combines these theoretical orientations? To answer these questions, we analyze the approaches and the detachments between the focused concepts, identifying the aspects of Weber's work on rationalization which are present in the lukacsian concept of reification, and what aspects were discarded by Lukacs. The conclusion reached here is that Lukacs appropriates the Weberian theme of rationalization from a specific point of view - his reading of Marx's theory as a theory that some of view of totality. Lukacs grants this Weberian theme thereby a new status and creates his own and original theoretical structure, in which rationalization enables the generalization of fetishism and alienation for the different areas of cultural life.
Subject: Lukács, György, 1885-1971
Weber, Max, 1864-1920
Reificação
Racionalização
Comunismo
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Teixeira_MarianaOliveiradoNascimento_M.pdf1.36 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.