Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/278837
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Merleau-Ponty e o projeto de restituição da experiência primordial da natureza
Author: Silva, Claudinei Aparecido de Freitas da
Advisor: Orlandi, Luiz Benedicto Lacerda, 1936-
Abstract: Resumo: A presente dissertação busca agenciar a partir do pensamento de Maurice Merleau-Ponty o projeto de restituição da experiência primordial da Natureza. Nesta perspectiva, trata-se de vislumbrar - para além do pensamento clássico - um novo sentido para a noção de "Natureza", visto o fato de que a Natureza se apresenta agora como uma manifestação exemplar e, portanto, primordial de nossa experiência existencial. Na primeira obra - La structure du comportement - a Natureza é compreendida como Logos de nossas atividades comportamentais, às quais exprimem relações dialéticas, ao criar o mundo cultural. Em Phénoménologie de la perception, Merleau-Ponty compreende a natureza como sendo a gênese perceptiva, onde por meio do corpo fundamos espacial e temporalmente nosso vínculo ao mundo. Não obstante, o filósofo avança em suas análises, procurando no contexto de seus cursos ministrados sobre a natureza em La nature fundar uma 'ontologia da natureza comovia para a própria ontologia', sob o horizonte de nossa "contingência". É em Le visible et l'invisible, que a Natureza será então articulada como "carnalidade do sensível" enquanto «ser de indivisão», isto é, como "Ser Selvagem", por meio do qual a própria reflexão se constitui

Abstract: The present dissertation looks upon tbe project of restitution of Nature's primordial experience through the eyes of Maurice Merleau-Ponty. In this perspective, an attempt to envisage - beyond the classical tbougbt - a new sense for the concept of "Nature" is tried, due to the fact that Nature presents itself today as an exemplar manifestation and therefore, primordial to our existential experience. In his first work- La structure du comportement - Nature is soon as Logos of our behavioral attitudes, which express our dialectics relations, creating tbe cultural world. In Phénoménologie de la perception, Merleau-Ponty recognizes Nature as the perceptive geneses, where through our body we connect temporally and spacially to tbe world. Nevertherless, the pbilosopher advances in bis analysis trying, in tbe contexts of his courses presented about Nature in La nature, to form a 'Nature ontology as a way to ontology itself', under tbe scope of our "contingency". It's in Le visible et I'invisible tbat Nature is then soon as "sensitive camality" while "being of indivisibleness", that is, "Savage Being", by whose means reflection itself is constituted.
Subject: Merleau-Ponty, Maurice, 1908-1961
Fenomenologia
Natureza
Ontologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2000
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_ClaudineiAparecidodeFreitasda_M.pdf14.23 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.