Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/278619
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Universidade Estadual de Campi
Title: De Donas-de-casa a Donas-da-casa : o protagonismo feminino nas camadas medias urbanas na cidade de São Paulo
Title Alternative: From Housewises to House-owners : the middle class feminine protagonism in São Paulo City
Author: Gambarotto, Paola, 1981-
Advisor: Gouvêa, Gilda Figueiredo Portugal, 1944-
Abstract: Resumo: Esta pesquisa tem por finalidade uma análise qualitativa das famílias monoparentais de classe média chefiadas por mulheres na cidade de São Paulo. Por se tratar de um tema amplo, plural e que traz inscrito dimensões como gênero, classe, etnia e trabalho, optamos por circunscrever o foco de observação sobre a transformação da condição feminina na segunda metade do século XX, com especial atenção para o seu processo de individualização. Entende-se que esse processo se dá de diferentes formas, dependendo do grupo social estudado; assim, com base na literatura existente sobre as transformações familiares e a monoparentalidade, observamos, através de entrevistas, a transformação das possibilidades de escolha feminina na classe média. Utilizando conceitos e análises acerca da transformação da vida social e seus desdobramentos para a intimidade, privilegiamos uma reconstrução das mudanças históricas no Brasil, tal como fazem Antony Giddens, Ulrich Beck, Elisabeth Beck-Gernsheim e François de Singly, e construímos um roteiro de entrevistas utilizado com cinco mulheres brancas, de alta escolaridade, naturais do município de São Paulo, divorciadas, com filhos e idades que variam entre 50 e 60 anos. As entrevistas servem como contraponto empírico para uma retomada bibliográfica acerca das transformações das possibilidades biográficas femininas. A faixa etária analisada traz especificidades, pois fez parte do processo de intensificação da entrada feminina no mercado de trabalho, da mobilização feminista da década de 1970 e da legalização do divórcio no Brasil. Trata-se de um grupo que vivenciou mudanças sociais que, mesmo indicando uma maior igualdade feminina na vida pública, não extinguiu totalmente as desigualdades ainda afirmadas pelo mercado de trabalho e pelas representações sociais de gênero

Abstract: The aim of this thesis is the qualitative analysis of middle class one-parent families led by women in São Paulo Capital. As we dealt with a wide-ranging issue, which implies the conceptual dimensions of genre, class, ethnic group and labour, our main concern was to focus on the changes of the female condition in the second half of the 20th century, with special regard to women's individualization process. Varying from group to group, this process occurs in many different ways; thus, keeping in mind authoritative research on family changes and monoparentality, and the reconstruction of Brazilian historical changes as well, we have observed transformations on the possibilities of choice among middle-class women. To grasp these changes, an interview script was developed and applied to five white women, all mothers aged from 50 to 60 years. These interviews serve as empirical counterpart to a bibliographic revision concerning changes on the construction of female biography during the last century. In this sense, the age bracket we focused on brings its specificities, since it corresponds to the intensification of female integration in the market labour, the feminist mobilization of 1970's and, finally, the divorce legalization in Brazil. Even though it is a generation which lived in equal conditions to men in some fields, women of this group still experience inequality affirmed by labour market and genre social representations
Subject: Classe média
Individualismo
Divórcio
Evolução social
Sociologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Gambarotto_Paola.pdf1.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.