Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/278544
Type: TESE
Title: Estudo da linha de irreversibilidade em supercondutores do tipo II
Author: Andrade Junior, Rubens de
Advisor: Lima, Oscar Ferreira de, 1952-
Abstract: Resumo: Apresenta-se neste trabalho um estudo da linha de irreversibilidade (L.I.) em amostras de supercondutores convencionais do tipo II de baixo k e uma amostra de YBa2Cu3O7-d texturizada por fusão (YMT), utilizando-se de curvas M vs. T obtidas com um magnetômetro-SQUID. Os supercondutores convencionais estudados foram esferas de Nb puro (k » 1.5) e pó de uma solução sólida de Nb com 1.55%at O (k » 6.5) prensado em formato cilíndrico (Nb-O). As L.I. das amostras de supercondutores convencionais foram muito bem ajustadas pela equação de fusão da rede de vórtices de Houghton e col., porém com constantes de Lindemann (cL) irrealisticamente pequenas, cL = 0.0036 para a amostra de Nb e cL = 0.026 para a amostra Nb-O. As L.I. destas amostras também foram muito bem ajustadas por uma lei de potências decorrente do modelo de "depinning" termicamente ativado da rede de vórtices. Neste modelo o expoente n da lei de potências também pode ser obtido a partir de medidas de corrente crítica Jc(B,T) feitas em baixas temperaturas. Obtivemos Jc(B,T) a partir de medidas de M vs. H usando o modelo de Bean, sendo que o expoente n obtido destas medidas concorda com o obtido do ajuste da L.I. dentro de 20% e 10% para as amostras de Nb e Nb-O respectivamente. Acreditamos que neste caso a melhor explicação para a origem da L.I. é o "depinning" termicamente ativado da rede de vórtices. A L.I. para a amostra de YMT foi obtida em 2 orientações diferentes e a equação de fusão da rede de vórtices com correções quânticas ajustou-se muito bem em ambos os casos. Neste ajuste, cL e v foram os únicos parâmetros livres. Os valores de Tc(H) foram obtidos para esta amostra a partir de uma lei e escala baseada na teoria de flutuações para sistemas 3D. O resultado deste ajuste é similar ao obtido por outros autores no estudo de monocristais sem macias, o que sugere que a fusão da rede de vórtices em altas temperaturas é pouco influenciada pelo aumento da desordem da rede

Abstract: Not informed.
Subject: Supercondutividade
Supercondutores do tipo II
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1995
Appears in Collections:IFGW - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
AndradeJunior_Rubensde_D.pdf2.61 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.