Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/278157
Type: TESE
Title: Estudo de estranheza em colisões próton-próton no LHC
Title Alternative: Study of strangeness in proton-proton at the LHC
Author: Chinellato, David Dobrigkeit, 1983-
Advisor: Takahashi, Jun, 1971-
Abstract: Resumo: Neste trabalho, estudamos a produção de hádrons estranhos em colisões próton-próton (pp) a energias de (s)^(1/2)= 7 TeV medidas pelo experimento ALICE no acelerador LHC. São resentadas medidas inéditas das taxas de produção em rapidez central do méson (K) também dos bárions ?,? e O- e suas antipartículas correspondentes. As taxas totais de produção excedem significativamente as previsões de modelos que utilizam a Cromodinâmica Quântica Perturbativa (pQCD). Em particular, comparamos as medidas com previsões do simulador de eventos PYTHIA, onde é observado que as previsões concordam com as medidas apenas para momentos transversais (Pt) acima de 6- 7 GcV / c. Este resultado indica que os processos de primeira ordem não-nula implementados no PYTHIA estão bem ajustados, mas a implementação de um cálculo que descreva os dados em baixo Pt ainda é um problema em aberto. Os resultados aqui apresentados devem contribuir para melhorar o entendimento dos mecanismos de produção de partículas na região de baixo Pt¿ Colisões pp são também utilizadas como referência para colisões nucleares de diferentes multiplicidades no estudo da formação do Quark-Gluon Plasma (QGP). Em particular, o aumento da produção de estranheza é considerado um importante observável do QGP. Neste contexto, estudamos a dependência da produção de partículas estranhas com a multiplicidade de partículas carregadas e comprovamos que não há indício de aumento da produção relativa de estranheza cm eventos pp. Isto é um importante resultado, pois complementa os estudos que consideram a possibilidade de formação de QGP em colisões pp

Abstract: In this work, we study the production of strange hadrons in proton-proton (pp) collisions at energies of (s)^(1/2)= 7 TeV measured by the ALICE experiment at the LHC. We present the first measurements of particle yields at central rapidities for the (K)meson as well as for the ?, ? e O- baryon and their antiparticles. Total particle production rates exceed predictions by models that use Perturbative Quantum Chromodynamics (pQCD). In particular, we compare our measurements to predictions by the PYTHIA event generator and find that predictions agree with data only at transverse momenta (Pt) higher than 6- 7 GeV / c. This result indicates that the leading order processes implemented in PYTHIA are well adjusted, but the implementation of a calculation that describes the data at low Pt is still an open issue. The results presented here should contribute to improve our understanding of particle production mechanisms at low Pt ¿ Proton-proton collisions are also used as a reference for nuclear collisions of different multiplicities in the study of Quark-Gluon Plasma (QGP) formation. The increase of strangeness production is considered an important observable of the QGP. In this context, we study the dependence of strange particle production with charged particle multiplicity and find that there is no indication of an increase strangeness production rate in pp collisions. This is an important result that contributes to the studies that consider the possibility of QGP formation in pp collisions
Subject: Grande Colisor de Hádrons (França e Suiça)
Produção de partículas
Produção de estranheza
Experimento ALICE
Plasma de quarks e gluons
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2012
Appears in Collections:IFGW - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Chinellato_DavidDobrigkeit_D.pdf11.81 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.