Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/277914
Type: TESE
Title: Estudo do composto CuGeO3 por técnicas espectroscópicas de fotoemissão e fotoabsorção de raios X
Author: Zanchet, Daniela, 1972-
Advisor: Tolentino, Helio
Tolentino, Helio Cesar Nogueira
Abstract: Resumo: O composto CuGeO3 apresenta propriedades magnéticas interessantes. É um isolante, com cadeia linear antiferromagnética, que sofre transição de spin-Peierls em tomo de 14K. Utilizando técnicas espectroscópicas de fotoemissão (níve12p do cobre e banda de valência) e fotoabsorção de raios X, estudamos a estrutura eletrônica desse composto. Para explicar os espectros usamos o modelo de cluster, que considera processos de transferência de carga entre metal-ligante, interações eletrostáticas e um parâmetro de hibridização entre as configurações. O estado fundamental é uma mistura das configurações 3d9 e 3d10L (L denota uma buraco no ligante). O espectro do nível 2p apresenta um pico principal, que corresponde ao estado final c3d10L, e um satélite, em mais alta energia de ligação, correspondente ao estado c3d9 ( c denota um buraco no nível 2p do cobre). Em relação ao composto padrão CuO, o termo de hibridização é aproximadamente o mesmo já que as distâncias interatômicas são muito similares. Por sua vez, a transferência de carga entre cobre-oxigênio é dificultada devido à presença do germânio, que tende a estabilizar o sítio do oxigênio. O espectro da banda de valência também é composto por dois picos: um principal, formado por uma mistura dos estados 3d10L2 e 3d9L , e um pico satélite, em mais alta energia de ligação, de caráter predominante 3d8. Os efeitos da simetria e do campo cristalino são mais relevantes nesse caso e as simplificações do modelo limitam sua concordância quantitativa com os resultados experimentais. O espectro de fotoabsorção (borda K do oxigênio) pode ser interpretado qualitativamente como uma combinação dos espectros do CuO e do GeO2. O espectro apresenta um pico correspondente à hibridização Cu3d -O2p, e uma estrutura alargada em mais alta energia, correspondente à hibridização Ge4sp3/Cu4sp -O2p. A diminuição da intensidade do pico Cu3d -O2p em relação ao CuO é confirmada pela menor porcentagem da configuração 3d10L no estado fundamental, calculada pelo espectros de fotoemissão

Abstract: Not informed.
Subject: Oxido de cobre
Espectroscopia fotoeletronica
Espectroscopia de raio X
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1996
Appears in Collections:IFGW - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Zanchet_Daniela_M.pdf2.75 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.