Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/277041
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.descriptionOrientador: Ricardo Enrique Medranopt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Fisica Gleb Wataghinpt_BR
dc.format.extent[143] f. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.typeTESEpt_BR
dc.titleTeste de prova mecânica em fibras ópticaspt_BR
dc.contributor.authorCamilo, Gilberto Marianopt_BR
dc.contributor.advisorMedrano, Ricardo Enrique, 1937-2004pt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Instituto de Física Gleb Wataghinpt_BR
dc.contributor.nameofprogramPrograma de Pós-Graduação em Físicapt_BR
dc.subjectFibras óticaspt_BR
dc.subjectFísicapt_BR
dc.description.abstractResumo: A qualidade mecânica das fibras ópticas pode ser influenciada por diversos fatores devido ao material que as compõe, material vítreo. Danos irreversíveis, ou não, podem ocorrer nas diversas etapas do processo de fabricação, outros tantos podem surgir durante a cordagem. Somente depois de cordadas, colocadas no interior de cabos, é que temos a sua efetiva utilização nos diversos sistemas de telecomunicações. Com o objetivo de se fornecer uma garantia mecânica, evitando a fratura prematura da fibra, foram criados "testes de prova mecânica" aplicados às fibras após o processo de fabricação. Estes testes implementam uma solicitação mecânica controlada na fibra e basicamente são de dois tipos: aqueles que aplicam a tensão por tração e os que a aplicam por flexão. Se a fibra óptica suporta tal solicitação, utilizando-se a Teoria Estatística de Fratura, se pode fornecer uma certa garantia mecânica, assegurando um tempo de vida mínimo de uso. O objetivo deste trabalho é realizar testes de provas mecânicas utilizando os dois métodos, variando os parâmetros que os controlam, e com base na teoria de fratura avaliar os danos provocados por estes sistemas, e procurar uma relação entre os seus fatores de controle, ou até mesmo uma relação entre eles. Tais relações serão buscadas por meio do "Delineamento Experimental" e da "Análise de Variâncias". Particularmente trataremos os dados à luz da Função de Distribuição de Probabilidades de Weibull, que descreve os resultados de fratura para materiais frágeispt
dc.description.abstractAbstract: Not informeden
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued1990pt_BR
dc.identifier.citationCAMILO, Gilberto Mariano. Teste de prova mecânica em fibras ópticas. 1990. [143] f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Fisica Gleb Wataghin, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/277041>. Acesso em: 2 mai. 2019.pt_BR
dc.description.degreelevelDoutoradopt_BR
dc.description.degreedisciplineFísicapt_BR
dc.description.degreenameDoutor em Ciênciaspt_BR
dc.date.defense1991-01-15T00:00:00Zpt_BR
dc.date.available2019-05-02T18:29:33Z-
dc.date.accessioned2019-05-02T18:29:33Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2019-05-02T18:29:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Camilo_GilbertoMariano_D.pdf: 1758798 bytes, checksum: b6c89fc68400b28a1262a020588655b9 (MD5) Previous issue date: 1990en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/277041-
Appears in Collections:IFGW - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Camilo_GilbertoMariano_D.pdf1.72 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.