Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/27634
Type: Artigo de periódico
Title: Dicionarização da língua brasileira de sinais: estudo comparativo iconográfico e lexical
Title Alternative: Brazilian sign language dictionaries: comparative iconographical and lexical study
Author: Sofiato, Cássia Geciauskas
Reily, Lucia Helena
Abstract: Brazilian sign language as used by the deaf community in Brazil is a visual spatial modality language; graphic representations of this language usually consist of images in printed and digital dictionaries. In Brazil, the first known sign language dictionary is the Iconographia dos Signaes dos surdos-mudos printed in 1875. After this work, other dictionaries followed and they became part of the reference materials used for teaching sign language. Based on the Libras dictionaries that serve as references, the present study aims to analyze and discuss the historical constitution of this publication genre in Brazil. Characteristics and weaknesses related to the iconography and lexicography of these publications are identified as aspects that may interfere with learning signs in undergraduate courses. Regarding how we have approached the theme, this is a qualitative study, supported by documentary methodology. Five Libras dictionaries were selected, based on the criteria that these publications have been selected as bibliographic references in Libras courses at the undergraduate level. The categories for analysis mainly focus on issues related to the representation of the images (iconography) and to the lexical aspects that make up the signs. We were able to see that the selected works present similar characteristics, regarding their presentation, the constitution of the images and lexical aspects that make up the signs, but the dictionaries challenge professionals that work with this genre of illustration, because reading the images is not always easy to accomplish.
A língua brasileira de sinais (Libras) utilizada pela comunidade surda no Brasil é uma língua de modalidade espaço-visual cuja representação gráfica comumente se dá por meio de imagens em dicionários impressos e em meio digital. No Brasil, o primeiro dicionário de língua de sinais de que se tem notícia é a Iconographia dos signaes dos surdos-mudos, que data de 1875. A partir da elaboração dessa obra, outras surgiram e foram se constituindo como materiais de referência para o ensino e o aprendizado da língua em questão. O presente trabalho objetiva, com base em dicionários de Libras que servem de referência, analisar e discutir a constituição histórica do gênero no Brasil a partir da identificação de características e fragilidades em relação à iconografia e à lexicografia de tais obras, fatores que podem interferir no ensino e no aprendizado dos sinais nos cursos de graduação. Do ponto de vista da abordagem do problema, esse estudo é qualitativo e caracteriza-se como documental. Foram selecionados cinco dicionários de Libras, pautando-se no critério da indicação bibliográfica em disciplinas de Libras em cursos de graduação. As categorias estabelecidas para a análise priorizaram a questão da representação das imagens (a iconografia) e os aspectos lexicais que as compõem. Por meio do estudo, observou-se que as obras analisadas apresentavam características bastante semelhantes em relação à apresentação, à constituição das imagens e aos aspectos lexicais, desafiando os profissionais que trabalham com esse gênero de ilustração.
Subject: Língua brasileira de sinais
Surdez
Dicionários
Brazilian sign language
Deafness
Dictionaries
Editor: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S1517-97022014000100008
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S1517-97022014000100008
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-97022014000100008
Date Issue: 1-Mar-2014
Appears in Collections:Unicamp - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S1517-97022014000100008.pdf1.25 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.