Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/276239
Type: TESE
Degree Level: Mestrado
Title: Modularização de tratamento de exceções usando programação orientada a aspectos
Author: Ferreira, Raquel de Albuquerque Maranhão
Advisor: Rubira, Cecília Mary Fischer, 1964-
Abstract: Resumo: Programação Orientada a Aspectos (POA) tem sido considerada uma abordagem interessante para modularizar o comportamento excepcional de um sistema. Porém, ainda existem algumas questões em aberto sobre o uso de POA com este objetivo. Nenhum trabalho na literatura tentou verificar se POA realmente promove melhorias em atributos de qualidade quando usada para modularizar código de tratamento de exceções não-trivial, objetivando: avaliar a escalabilidade dos aspectos ao modularizar tratamento de exceções em sistemas com um número significativo de tratadores; e avaliar a interação entre aspectos de tratamento de exceções e aspectos de outros interesses como, por exemplo, distribuição, persistência, segurança etc. Este trabalho apresenta um estudo quantitativo da adequação de POA para modularizar código de tratamento de exceções em sistemas que possuem um número significativo de tratadores não-triviais, e também em sistemas nos quais interesses transversais diferentes de tratamento de exceções, no caso distribuição e persistência, já foram modularizados com aspectos. Este estudo consistiu na refatoração de dois sistemas orientados a objetos e um sistema orientado a aspectos, que tiveram seu código responsável pelo tratamento de exceções movido para aspectos. Foi utilizado um conjunto de métricas para avaliar atributos de qualidade das versões original e refatorada desses sistemas. Observou-se que POA promoveu a separação de interesses entre o código de tratamento de exceções e o código normal dos sistemas. Porém, contradizendo a intuição geral, a versão orientada a aspectos desses sistemas não apresentou ganhos significativos para as métricas de tamanho empregadas

Abstract: Aspect-Oriented Programming (AOP) has usually been considered as an approach to modularize the exceptional behavior of a system. However, there are questions related to possible trade-offs involved in using AOP with this objective that are not yet well known. To the best of our knowledge, no work in literature has attempted to assess whether AOP really promotes an enhancement in well-understood quality attributes, when used for modularizing nontrivial exception handling code with focus on: evaluation of the scalability of aspects for modularizing exception handling in systems with a significant number of handlers; and evaluation of interactions between exception handling aspects and aspects implementing other concerns like distribution and persistence. This work presents a quantitative study of the adequacy of AOP for modularizing exception handling code in systems with a significant number of nontrivial handlers, and also in systems possessing aspects implementing other concerns. The study consisted of refactoring two object-oriented and one aspect-oriented systems so that the code responsible for handling exceptions was moved to aspects. It was employed a suite of metrics to measure quality attributes of the original and refactored systems. It was found that AOP improved separation of concerns between exception handling code and normal application code. However, contradicting the general intuition, the aspect-oriented version of the system did not present significant gains for any of size metrics employed.
Subject: Programação orientada a objetos (Computação)
Engenharia de software
Tolerância à falha (Computação)
Programação orientada a aspectos
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2006
Appears in Collections:IC - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ferreira_RaqueldeAlbuquerqueMaranhao_M.pdf430.6 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.