Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/276230
Type: TESE
Title: Uma infra-estrutura de suporte a evolução para repositorios de componentes
Title Alternative: An infrastructure to support evolution in component repositories
Author: Tizzei, Leonardo Pondian, 1980-
Advisor: Rubira, Cecília Mary Fischer, 1964-
Abstract: Resumo: No contexto do Desenvolvimento Baseado em Componentes(DBC), o elo de ligação entre desenvolvedores e consumidores de componentes de software são os repositórios de componentes, onde eles são adicionados por seus desenvolvedores e recuperados pelos integradores de sistemas. Considerando um cenário de evolução, onde componentes são modificados, são imprescindíveis modelos de evolução de componentes para definir uma abordagem sistemática de mudanças. Elas podem ocorrer, por exemplo, na especificação ou implementação de um componente e o repositório de componentes deve dar apoio à evolução uma vez que ela é parte inerente do processo de desenvolvimento de software. Contudo, assim como o software, modelos de evolução são modificados para acompanhar o desenvolvimento tecnológico e as necessidades de seus usuários. Além disso, diferentes produtores de componentes podem possuir modelos distintos. Este trabalho apresenta uma infra-estrutura de suporte à evolução em um repositório de componentes, para apoiar serviços de DBC, como a conversão de componentes para outros modelos de implementação, extração de metainformação de código-fonte de componentes, evolução de componentes e verificação de modelos de implementação de componentes. No caso particular desta dissertação, o repositório de componentes escolhido é o Rigel, que foi estendido para dar suporte à evolução de componentes. O repositório Rigel oferece as condições necessárias para adoção de um modelo de evolução de componentes, através da utilização de um padrão de metadados de componentes chamado RAS. Ferramentas de software ajudam a aumentar a produtividade de desenvolvedores e evitar tarefas repetitivas. Além disso, atividades de modificação são sujeitas a erros humanos. Portanto, foram desenvolvidas quatro ferramentas para dar suporte ao modelo de evolução SACE e ao modelo de implementação de componentes COSMOS. As ferramentas foram construÍdas com base em um framework de componentes baseado em regras que usa um motor de inferência chamado Drools. Este framework de componentes externaliza as regras da aplicação, garatindo uma maior modificabilidade, característica que é essencial para que as ferramentas possam evoluir em conformidade com os modelos apóiam

Abstract: In the Component-Based Development (CBD), the link between software component developers and consumers are component repositories where software components are checkedin by their developers and checked-out by their systems integrators. Considering an evolution scenario, when components are modified, it is essential component evolution models in order to define a systematic approach to component changes. These modifications can occur, for instance, in the component specification and implementation, and component repositories should support these kind of evolutions. However, component evolution models themselves can be modified to follow technological development and different user's needs. Furthermore, different component producers may also have distinct models. This work presents an infrastructure to support evolution in component repositories, to support various CBD services, such as component conversion to other implementation models, extraction of metainformation from the source code of components, component evolution and check implementation models. Particularly, in this work, the component reposítory chosen was Rigel (developed at IC-UNICAMP), which was extended to support component evolution. The Rigel repository provides necessary conditions to adopt a component evolution model, by using an extensibIe component metadata pattern called RAS specification. Software tools heIp to increase developer's productivity and to avoid repetitive tasks. Furthermore, human modification activities are error prone. Therefore, we have developed four tools to support the SACE evolution model and the COSMOS component implementation model. These tools were developed using a rule-based framework which is based on an inference engine called Drools. This component framework is important to externalize the application rules, to guarante a greater modifiability, which is essential for the evolution of the tools in conformity with the models they support
Subject: Software - Manutenção
Software - Reutilização
Software - Desenvolvimento
Componente de software
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:IC - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Tizzei_LeonardoPondian_M.pdf1.15 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.