Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/275818
Type: TESE
Title: Estudo e proposta de um framework para o design de interfaces de usuario ajustaveis
Title Alternative: Study and proposal of a framework for designing tailorable user interfaces
Author: Neris, Vania Paula de Almeida
Advisor: Baranauskas, Maria Cecilia Calani, 1954-
Abstract: Resumo: A socialização dos sistemas computacionais trouxe um desafio a mais para os pesquisadores de Interação Humano-Computador: como prover interfaces que propiciem acesso ao maior número possível de usuários independentemente de suas capacidades sensoriais, físicas, cognitivas e emocionais? Um dos caminhos que se apresenta é desenvolver sistemas flexíveis, i.e. que permitam modificações em seu comportamento durante a interação, oferecendo ao usuário a possibilidade de ajustar a interface de acordo com as suas preferências, necessidades e situações de uso. O design de interfaces flexíveis, que façam sentido e sejam acessíveis a mais pessoas, demanda abordagens que permitam conhecer e formalizar os diferentes requisitos de interação, definir funcionalidades e determinar o comportamento ajustável do sistema. Soluções encontradas na literatura relacionadas ao tema interfaces ajustáveis, (ou tailoring em inglês) enfatizam questões relacionadas à infra-estrutura necessária para o ajuste, não tendo sido encontrados trabalhos que apoiassem os designers de forma prática durante o processo de concepção dessas interfaces. Esta tese propõe e apresenta um framework para o design de interfaces de usuário ajustáveis, denominado PLuRaL. O termo framework é utilizado aqui no seu sentido mais amplo como uma estrutura composta por diretrizes, mecanismos, artefatos e sistemas usados no planejamento e na tomada de decisões de design. O PLuRaL adota uma perspectiva sócio-técnica para a concepção das interfaces ajustáveis e uma visão abrangente dos requisitos de interação, incluindo aqueles que são controversos ou minoritários e advindos não somente de usuários, mas também de diferentes dispositivos e ambientes de interação. Aspectos semânticos, pragmáticos e o impacto social da interação também são considerados. Por fim, o comportamento ajustável do sistema é modelado utilizando-se o conceito de normas. O referencial teórico-metodológico adotado para o trabalho de pesquisa envolveu as disciplinas de Interação Humano-Computador e Semiótica Organizacional. A construção do framework foi pautada por 2 estudos de caso envolvendo populações de usuário heterogêneas em contextos de sistemas de governo eletrônico e de rede social inclusiva. A validação do framework foi realizada com 17 designers e os resultados sugerem uma avaliação positiva considerando a utilidade, flexibilidade para apoiar mudanças, liberdade de criação e satisfação com as propostas de design resultantes

Abstract: The socialization of computer systems has brought a new challenge to Human-Computer Interaction researchers: how to design interfaces that provide access to as many users as possible regardless of their sensory, physical, cognitive and emotional characteristics? One approach to answer this question is to develop flexible systems, i.e. those that allow changes in their behavior during the interaction, offering users the possibility to tailor the interface according to their preferences, needs and situations of use. The design of flexible interfaces, which make sense and are accessible to more people, demands approaches to understand and formalize the different interaction requirements, define functionalities and determine the system tailorable behavior. Solutions found in the literature about tailorable interfaces have focused on the infrastructure needed to offer flexibility and works to support designers in a practical way during the conception of such interfaces were not found. This thesis proposes and presents a framework for the design of tailorable user interfaces, named PLuRaL. The term framework is used here in its broadest sense as a structure consisting of guidelines, mechanisms, artifacts and systems used in design planning and decision-making. PLuRaL adopts a socio-technical approach to design tailorable interfaces and a comprehensive view for interaction requirements, including those that are controversial or from minority, and arising not only from users, but also from different devices and interaction environments. The semantic, pragmatic and social impacts of the interaction are also considered. Finally, the behavior of the tailorable system is modeled using the concept of norms. The theoretical and methodological references adopted in this work involved the disciplines of Human-Computer Interaction and Organizational Semiotics. The framework's construction was guided by 2 case studies with heterogeneous populations, in the context of electronic government and inclusive social network system. The framework's validation was performed with 17 designers and the results suggest a positive evaluation considering the usefulness and flexibility to support changes, freedom to create and satisfaction with the final design proposals
Subject: Interação humano-computador
Semiótica e computação
Desenho universal
Software ajustável
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:IC - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Neris_VaniaPauladeAlmeida_D.pdf9.77 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.