Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/275354
Type: TESE
Title: Cooperação e autonomia : jogando em grupo e que se aprende
Author: D'Angelo, Fabio Luiz
Advisor: Freire, João Batista
Abstract: Resumo: O objetivo deste trabalho é analisar a contribuição que podem dar os jogos em grupo para uma prática pedagógica que esteja direcionada à construção da atitude cooperativa e da moral autônoma pelos alunos. O trabalho contém basicamente duas partes. A primeira denominada "a revelação de uma intenção" busca, por meio de uma revisão bibliográfica, responder a duas questões que nos fornecem subsídios teóricos para se trabalhar com os jogos em grupo na perspectiva de uma prática cooperativa. No primeiro capítulo a questão "por que educar para a cooperação?" nos abre um espaço para justificar a importância de se trabalhar com os conteúdos atitudinais na escola e acena com a co-operação como o procedimento mais fértil para uma educação moral autônoma. O segundo capítulo, centrado na questão "onde educar para a cooperação?", nos obriga a pensar no espaço de ação ideal para uma prática cooperativa entre os alunos e o professor durante as aulas de Educação Motora. Na segunda parte do trabalho, denominada "a proposição de uma ação", centramos nossos olhares na construção de uma proposta concreta de ação para o professor de Educação Motora que esteja disposto a educar para a cooperação através dos jogos. No terceiro capítulo, antes de pensarmos no "como fazer" investigamos o "como tem sido feito". Por meio da observação de crianças jogando nas aulas de Educação Física, analisamos alguns aspectos referentes à qualidade das relações que são estabelecidas entre as crianças e como o professor interfere no espaço do jogo para encaminhar as situações de conflito e confronto entre os alunos. Finalmente, no quarto capítulo com base na análise dos dados coletados, nos arriscamos a elaborar aquilo que chamamos de um "guia de intervenção qualificada" para a educação da atitude cooperativa através dos jogos. Respondendo à pergunta "como educar para a cooperação?", selecionamos alguns princípios pedagógicos que devem fazer parte de um programa de ensino que vislumbre fazer da Educação Motora e do jogo, um espaço de possível ajuda para a construção da atitude cooperativa e da moralidade autônoma

Abstract: The main objective of this work is to analyze the contribution that games in group can eventually render to a pedagogical practice, which is directed to the construction of a cooperative attitude and moral autonomy of the students. The work contains basically two parts. The first, entitled "The revelation of an intention" tries, by means of a bibliographical revision, to answer two questions that supply theorical subsidies to work with games in group within the perspective of a cooperative practice. In the first chapter, the question "why educate for cooperation?¿ opens a space to justify the importance given when working with attitude contents in school, and visualizes cooperation as being the most fertile procedure when considering moral autonomy education. The second chapter, centered in the question "where to educate focusing on cooperation?" makes us think about the ideal action space for a cooperative practice among students and teacher during Motor Education classes. During the second part of the work, which was called "the proposition of an action", we centered our attention on the construction of a concrete action proposal for the teacher of Motor Education who is willing to educate towards cooperation by means of games. In the third chapter, before thinking about the "how to do", we investigated the "how it is done". After having observed children playing during Physical Education classes, we analyzed some aspects concerning the quality of the relationship established among the children and how the teacher interferes within the game space and is able to forward the conflict and confrontation situations among the students. Finally, in the fourth chapter based on the analysis of the collected data, we took the risk to precisely elaborate what we denominated as being" a qualified intervention guide", based on the education of cooperative attitude by means of games. Answering the question "how to educate for cooperation?" some basic pedagogical principles were selected and we strongly believe they must be part of a teaching program which should be focused on making Motor Education and Games, a space of possible and reliable assistance towards the construction of cooperative attitude and autonomous morality
Subject: Jogos em grupo
Jogos infantis (Primeiro grau)
Educação física (Primeiro grau)
Desenvolvimento moral
Autonomia (Psicologia)
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2001
Appears in Collections:FEF - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
D'Angelo_FabioLuiz_M.pdf6.36 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.