Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/275147
Type: TESE
Title: Influencia da atividade fisica na imagem corporal e percepção de dor de pessoas idosas com dores cronicas
Title Alternative: Influence dof physical activity in body image and perceptio of pai of older persons pain chronicles
Author: Marcelino, Vagner Reolon
Advisor: Tavares, Maria da Consolação Gomes Cunha Fernandes, 1953-
Abstract: Resumo: No processo do envelhecimento ocorre alta incidência de doenças crônicas e degenerativas que, muitas vezes, resultam em elevada dependência. A dor crônica é a principal queixa do idoso, fato que pode interferir de modo significativo na estrutura da sua identidade corporal. Ultimamente a disseminação da prática de atividade física para idosos vem sendo preconizada como uma intervenção importante para garantir um envelhecimento saudável. Acreditamos que é importante disponibilizar ao professor de Educação Física informações que permita realizar a abordagem do idoso com dor crônica durante a prática de atividade física considerando suas necessidades especiais. Dessa forma o objetivo deste trabalho foi verificar se a intervenção da prática de atividade física sistematizada com exercícios resistidos e exercícios recreativos poderia intervir na auto-imagem e na auto-estima e na percepção da dor em pessoas idosas com dores crônicas. A amostra foi constituída por idosos pertencentes ao projeto de extensão da Faculdade de Americana, denominado musculação para idosos, sendo divididos em dois grupos: um grupo com atividade física - GCAF (n=13) e um grupo sem atividade física - GSAF (n=12). A auto-imagem a auto-estima foi determinada por meio de aplicação do questionário proposto por Steglich(1978) e a percepção de dor foi avaliada através da escala analógica visual de dor - EVA. O grupo com atividade física - GCAF foi submetido a um programa de exercícios resistidos e exercícios recreativos durante três meses. O grupo sem atividade física - GSAF realizou encontros quinzenais com o pesquisador/responsável realizando atividades de sociabilização durante três meses. Como resultados observou-se que a auto-imagem do grupo sem atividade física - GSAF para o antes e depois do período proposto de encontros não alterouse. Com relação à auto-estima ocorreu uma pequena diferença após o programa. O grupo com atividade física - GCAF não apresentou alterações na variável auto-estima. Quando comparados os dados antes e depois após o programa de atividade física na variável da auto-imagem não ocorreu diferenças. A percepção de dor do grupo com atividade física - GCAF para o grupo sem atividade física - GSAF houve diferença da percepção de sensibilidade de dor para ambos os grupos. O grupo com atividade física - GCAF antes das intervenções dos programas de atividades físicas mostrava uma sensibilidade significativa conforme a Escala EVA, após as atividades físicas o mesmo grupo apontava uma sensibilidade menor com a apresentada anteriormente. O grupo sem atividade física - GSAF também mostrou uma diminuição na sensibilidade de dor, conforme a escala EVA. Mas, não estatisticamente conforme o grupo com atividade física - GCAF. A reflexão neste trabalho nos leva a valorizar a formação abrangente do profissional de Educação Física, reconhecendo o mesmo como professor qualificado e apto a lidar com o complexo do valor humano, no contexto da formação da área em educação física.

Abstract: A high incidence of chronic and degenerative diseases occurs in the aging process, which, many times, results in a state of high dependence. Chronic pain is the main complaint of the aged, a fact which can significantly interfere in the structure of their corporal identity. Lately, physical activity practice for the aged is recommended, as an important intervention to guarantee a healthy aging process. We believe it is important to offer the Physical Education professor information which would allow him (her) to approach the aged who have chronic pain while practicing physical activity, considering their special needs. In this manner, the aim of this paper was to verify if an intervention in the practice of systematic physical activity with resisted and recreative exercises could intervene in the self image and self esteem and in the perception of chronic pain of the aged. The sample was composed of aged belonging to the extension project of the Americana School (Faculdade de Americana), named Muscle Building for the Aged, divided into two groups: a group with physical activity - GCAF (n=13) and a group with no physical activity - GSAF (n=12). Self image and self esteem were determined by applying the questionnaire proposed by Steglich (1978) and the perception of pain was evaluated through the visual analogical scale - EVA. The group with physical activity - GCAF was submitted to a resisted and recreative exercise program for three months. The group with no physical activity - GSAF participated in fortnightly meetings with the researcher/person responsible, performing socializing activities for three months. The results showed that the self image of the group with no physical activity - GSAF, before and after the period of the meetings proposed, did not change. In relation to self esteem, there was a small difference, after the program. The group with physical activity - GCAF did not show alterations in the self esteem variable. When the data before and after the physical activity program was compared, no alterations occurred in the self image variable. There was a difference in the sensitivity to pain for both groups. The group with physical activity - GCAF showed a significant sensitivity before the interventions of the physical activity programs, according to the EVA scale; after the physical activities, the same group pointed to a lower sensitivity than that previously seen. The group with no physical activity - GSAF also showed lower sensitivity to pain, according to the EVA scale, but not statistically, as in the group with physical activity - GCAF. Pondering the data raised in this paper leads us to valorize the comprehensive formation of the Physical Education professional, recognizing him (her) as a qualified professor and apt to deal with the complex value of the human being, in the context of formation in the area of physical education.
Subject: Envelhecimento
Dor intratavel
Autoimagem
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Marcelino_VagnerReolon_D.pdf521.81 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.