Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/275132
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Análise do desempenho em testes de triathlon com diferentes intensidades durante a etapa natação = Analysis of triathlon trials performance using different intensities during swimming phase
Title Alternative: Analysis of triathlon trials performance using different intensities during swimming phase
Author: Lazari, Marcio Eli Fernandes
Advisor: Andries Júnior, Orival, 1957-
Junior, Orival Andries
Abstract: Resumo: O triatlo é uma modalidade olímpica que envolve três etapas consecutivas: natação, ciclismo e corrida. As pesquisas científicas recentes demonstraram que a intensidade da etapa natação tem forte relação com o desempenho final no triatlo. O principal objetivo desta pesquisa foi comparar o desempenho entre o teste submáximo (T-tri80) e máximo (T-tri100) de triatlo. A amostra deste estudo foi composta por 8 triatletas amadores do sexo masculino com idade média de 27±5 anos e experiência de treinamento de 36±20 meses. O teste consistia em 375 metros de natação em piscina semi-olímpica, 10 quilômetros de ciclismo estacionário e 2500 metros de corrida em pista de atletismo com esforço máximo em todas as etapas, exceto para a etapa natação no T-tri80, onde a velocidade foi controlada em 80% através de pacing. Os dados obtidos sobre desempenho (TEMPO), concentração de lactato sangüíneo (LAC), frequência cardíaca (FC) e percepção subjetiva de esforço (PSE) foram coletados ao final da natação, após o ciclismo e ao término da etapa corrida. A análise estatística foi realizada através de ANOVA para medidas repetidas e teste-t pareado com um nível de significância adotado em p<0.05. Os principais resultados na comparação entre os testes revelam diferenças significantes nas seguintes variáveis em T-tri80 e T-tri100, respectivamente: TEMPO na etapa natação (429±89 e 363±114 s) e corrida (604±65 e 634±56 s); FC na natação (127±11 e 162±10 bpm), no ciclismo (155±19 e 162±15 bpm) e no teste completo (151±17 e 163±13 bpm); e também para PSE (9.5±2.6 e 14.5±3.9) e LAC (5.2±1.5 e 8.8±2.2 mmoloL-1) na etapa natação. A ANOVA em T-tri80 revelou diferenças significantes para FC, LAC e PSE em todas as etapas, enquanto que T-tri100 apresentou diferenças estatísticas significantes apenas na FC entre a etapa ciclismo e corrida. As principais conclusões indicam que o T-tri80 não apresentou desempenho superior ao T-tri100 (p=0.0419), ao contrário da etapa corrida em T-tri80 onde foi encontrado melhor desempenho em relação ao T-tri100 (p=0.012). As evidências apontam que a intensidade executada durante a etapa natação tem efeito residual sobre o desempenho nas etapas subsequentes, especialmente sobre a etapa corrida. Além disso, acredita-se que o teste de triathlon seja uma maneira prática de avaliação do desempenho em triathlon na distância super sprint

Abstract: Triathlon is an Olympic sport including three consecutive phases: swimming, cycling and running. Recent researches showed that swimming phase has a strong relationship with final performance. The main purpose of this study was to compare a submaximal (T-tri80) with a maximal triathlon trial (T-tri100). Eight amateur male triathletes with 27±5 years-old and 36±20 months of training experience were recruited as voluntaries. The trial consisted on a 375-m swimming, 10-km stationary cycling simulation and 2.5-km running track maximal effort trial for all phases, except for T-tri80 swimming phase which speed was controlled at 80% by pacing. Data for elapsed time (TIME), blood lactate (BL), heart rate (HR) and rating of perceived exertion scale (PES) were collected at the end of each phase. A statistical evaluation was conducted through variance analysis for repeated measures (ANOVA) and paired sample (t-test) with p <0.05. The main findings of t-tests showed significance differences in the following variables for T-tri80 and T-tri100, respectively: swimming TIME (429±89 vs. 363±114 sec) and running TIME (604±65 vs. 634±56 sec); swimming HR (127±11 vs. 162±10 bpm), cycling HR (155±19 vs. 162±15 bpm) and overall HR (151±17 vs. 163±13 bpm); and also for swimming PES (9.5±2.6 vs. 14.5±3.9) and swimming BL (5.2±1.5 e 8.8±2.2 mmoloL-1). The ANOVA comparison of HR, BL and PES showed significant differences in T-tri80 for all phases, whereas T-tri100 had significant differences only for cycling and running HR. The main conclusions of this study revealed that T-tri80 did not allow better performance than T-tri100 (p=0.0419). However, T-tri80 had better running performance than T-tri100 (p=0.012). These evidences demonstrated swimming intensity has a detrimental effect on subsequent performance, especially for the running phase. Moreover, we believe that triathlon trial is a practical way to evaluate super sprint triathlon performance
Subject: Triatlo
Desempenho
Teste de esforço
Natação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: LAZARI, Marcio Eli Fernandes. Análise do desempenho em testes de triathlon com diferentes intensidades durante a etapa natação = Analysis of triathlon trials performance using different intensities during swimming phase. 2013. 77 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Física, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/275132>. Acesso em: 22 ago. 2018.
Date Issue: 2013
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lazari_MarcioEliFernandes_M.pdf1.89 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.