Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/275108
Type: TESE
Title: Possibilidades e limites da avaliação da qualidade de vida = análise dos instrumentos WHOQOL e modelos clássicos de qualidade de vida no trabalho = Possibilities and limits of quality of life assessment : analysis of WHOQOL instruments and quality of work life classical models
Title Alternative: Possibilities and limits of quality of life assessment : analysis of WHOQOL instruments and quality of work life classical models
Author: Pedroso, Bruno, 1983-
Advisor: Gutierrez, Gustavo Luis, 1958-
Abstract: Resumo: Desde a década de 1970 a preocupação com a qualidade de vida tem se intensificado. Na tentativa de mensurar tal variável, pesquisadores das mais variadas áreas têm, desde então, desenvolvido um grande número de instrumentos de avaliação. A grande inflação de instrumentos criados nas últimas décadas, apesar de promover uma maior possibilidade de escolha, por outro lado, fomenta um cenário caliginoso aos pesquisadores: decidir qual é o instrumento mais apropriado para a realização de uma determinada pesquisa. A falta de conhecimento por parte dos pesquisadores tem conduzido, com frequência, à escolha de instrumentos impróprios e/ou menos eficazes para a realização de pesquisa na área da qualidade de vida e qualidade de vida no trabalho. Nessa perspectiva, o objetivo do presente trabalho é realizar uma investigação teórica de natureza descritiva e analítica, desenvolvida por meio de pesquisa bibliográfica, acerca da avaliação da qualidade de vida e qualidade de vida no trabalho, com enfoque os instrumentos de avaliação da qualidade de vida da Organização Mundial da Saúde - WHOQOL - e os modelos clássicos de qualidade de vida no trabalho. O presente estudo abarca a análise dos instrumentos WHOQOL-100, WHOQOL-bref, WHOQOL-HIV, WHOQOL-HIV-bref, WHOQOL-OLD, WHOQOL-SRPB, WHOQOL-DIS, WHOQOL-Children, WHOQOL-8, WHOQOL-Pain e dos modelos teóricos e instrumentos de avaliação da qualidade de vida no trabalho de Walton, Hackman e Oldham, Westley, Werther e Davis e do modelo teórico de qualidade de vida no trabalho de Nadler e Lawler. Infere-se que a escolha de um instrumento de avaliação da qualidade de vida e/ou qualidade de vida no trabalho não é uma empreitada simples. Uma série de fatores tais como o objetivo da pesquisa, os indicadores a ser estudada, a população a serem examinados, os aspectos geográficos, o tempo de aplicação, os procedimentos de análise, deve ser levada em consideração. Cada instrumento é ímpar, possuindo suas respectivas vantagens e eventuais fragilidades. Nessa perspectiva, a presente investigação, por meio do agrupamento de informações existentes na literatura associadas a informações originais, intenta corroborar para com o cenário contemporâneo da avaliação da qualidade de vida e qualidade de vida no trabalho

Abstract: Since decade of 1970, the preoccupation about quality of life increased. Aiming to measure such variable, researchers of many areas have since then developed a great number of measurement instruments. The instruments inflation created in the last decades, even promoting a larger choice possibility on the other hand foments a dark scenario to the researchers: to decide what is the most appropriated instrument for the accomplishment of a certain research. The lack of knowledge by the researchers has been leading often to the choice of inappropriate and/or less effective instruments for the research accomplishment in quality of life and quality of work life areas. In this perspective, the present study aims to accomplish a theoretical investigation of descriptive and analytic nature, developed by a bibliographical research, concerning quality of life and quality of work life evaluation, boarding the World Health Organization Quality of Life instruments - WHOQOL - and life classical models of quality of work life. The present study boards the analysis of WHOQOL-100, WHOQOL-bref, WHOQOL-HIV, WHOQOL-HIV-bref, WHOQOL-OLD, WHOQOL-SRPB, WHOQOL-DIS, WHOQOL-Children, WHOQOL-8, WHOQOL-Pain and of the quality of work life theoretical models and measurement instruments of Walton, Hackman and Oldham, Westley, Werther and Davis and of life quality of work life theoretical model of Nadler and Lawler. We infer that the choice of a quality of life and/or quality of work life's measurement instrument is not a simple work. A series of factors, such as the research goal, the investigated indicators, the examined population, the geographical aspects, time of filling, the analysis procedures, should be taken in into account. Each instrument is unique, owning its respective advantages and eventual fragilities. Therefore, the present investigation using a grouping of existing information in the literature associated to original information, attempts to corroborate with the evaluation of quality of life and quality of work life contemporary scenario
Subject: Qualidade de vida
Qualidade de vida no trabalho
Modelos teóricos
Instrumentos de avaliação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pedroso_Bruno_D.pdf1.53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.