Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/275081
Type: TESE
Title: Avaliação das habilidades motoras de jogadores de handebol em cadeira de rodas
Title Alternative: Motor skills assessment of wheelchair handball players
Author: Godoy, Priscila Samora, 1989-
Advisor: Duarte, Edison, 1955-
Abstract: Resumo: O Handebol em Cadeira de Rodas (HCR) é uma adaptação do jogo de Handebol convencional, a partir do qual se mantém quase todas as regras e as modificações básicas: o uso da cadeira de rodas e a redução das dimensões da baliza do gol. Tendo em vista a diversidade de causas de deficiências físicas dos jogadores de HCR, faz-se necessário o uso do sistema de Classificação Funcional (CF), com olhar sob a limitação esportiva de cada atleta, objetivando assim garantir a igualdade de condições para disputa, o que gera a redução da probabilidade de uma competição unilateral. Dessa forma, o presente estudo teve como objetivo avaliar as habilidades motoras de jogadores de HCR, e fazer relação destas com as variáveis de gênero e Classificação Funcional. Participaram da amostra do 47 atletas de HCR (36 homens e 11 mulheres), avaliados de forma transversal pela bateria de teste Costa e Silva (2011). Os resultados demonstraram que não foi encontrada correlação entre gênero e as variáveis de bloqueio e condução de bola; contudo, entre as variáveis de gênero e velocidade encontrou-se uma correlação inversa fraca (rho=-0,34, p=0,01), e entre as variáveis de gênero e passe foi encontrado uma correlação moderada (rho=0,45, p=0,001). Analisando-se o desempenho por CF, pôde-se verificar que não houve diferenças significativas entre esta variável e os testes de bloqueio, condução de bola, e velocidade. Já para o teste de passe foi encontrada uma correlação fraca (rho=0,35, p=0,01) e diferenças significativas entre a classe 1.0 para as demais. Como conclusão, o estudo mostra que as diferenças do gênero se deram apenas no teste de velocidade e passe, sendo o gênero masculino mais eficaz que o gênero feminino. Mostra também que diferentes classes funcionais não apresentam diferenças significativas no desempenho da maioria das habilidades motoras específicas do HCR, de modo que esta diferença é vista apenas no teste de passe, no qual a classe 1.0 teve scores piores que as demais classes funcionais

Abstract: Wheelchair handball, is an adaptation of conventional Handball game and maintained all the rules with two modifications: use of a wheelchair and reduction of the goal size. Some motor skills are presented as especific in this modality: throwing, blocking, driving ball, propulsion, pass and reception; however, even if the athlete is able to acquire these skills, it is possible these are not performed due to the small volume of action that disability entails. The variety of physical disability from wheelchair handball players, to do a functional classification process to show limitations from each athlete, need the equality condictions to contest game. Thus, this research aimed to evaluate wheelchair handball players motor skills, and do the relationship from motor skills with gender and functional classification. Participated 47 wheelchair handball athletes (36 men and 11 women); they were evaluated in a cross form performing the tests from Costa e Silva (2011) battery. Results showed that there isn 't correlations between gender and the blocking and driving ball tests, however between the gender and speed it was found a poor correlation (rho=-0,34, p=0,01); a moderate correlation (rho=0,45, p=0,001) has been found between gender and pass test. Considering the performance in each functional classifications, it was possible to check there were no significant diferences between these variables and the tests of blocking, driving ball and speed. In the pass test it was found a poor correlation (rho=0,35, p=0,01) and significative diferences between the classe 1.0 and the other. As conclusion, this research shows the gender diferences exist only in speed and pass tests, whereas men are more effective than women; and differentes functional class don't show significative diferences in performance in most of the wheelchair handball especific motor skills, wherein this difference is shown only in pass test, in which the class 1.0 had worse scores than the other
Subject: Handebol
Habilidade motora
Educação especial
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Godoy_PriscilaSamora_M.pdf1.17 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.