Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/275033
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Crescimento da pessoa com Síndrome de Down = contribuição para a construção de um referencial
Title Alternative: Growth of people with Down Syndrome : contribution to the construction of a reference
Author: Silva, Fabia Freire da, 1973-
Advisor: Gorla, José Irineu, 1964-
Abstract: Resumo: A Síndrome de Down (SD) é a mais prevalente anomalia genética resultante de um cromossomo extra no par 21. As pessoas com SD apresentam diversas características que acarretam alterações físicas e intelectuais, sendo responsável por 1/3 dos casos de deficiência intelectual moderada e grave. Dados epidemiológicos brasileiros revelam incidência de 1:600 nascidos vivos, variando de acordo com a idade materna e paterna. O crescimento difere-se dos outros indivíduos da população sem síndrome, pois embora se mantenha relativamente constante no início do estirão de crescimento ao atingi-lo a estatura é inferior, resultando, assim, numa estatura mais baixa. O crescimento de pessoas com SD tem sido estudado há mais de 80 anos e curvas de crescimento têm sido desenvolvidas em países como Estados Unidos, Holanda, Suécia, Reino Unido, República da Irlanda, dentre outros, sendo a curva utilizada como referência a americana desenvolvida por Cronk et al em 1988. Neste estudo observou-se que, durante a puberdade, o crescimento para o sexo feminino dos 10 aos 17 anos houve redução de 27%, já para o sexo masculino, dos 12 aos 17 anos um decréscimo de 50%. Entretanto, estas curvas são consideradas inadequadas para uso em nossa população. Este estudo teve como objetivo caracterizar os padrões de crescimento de pessoas com SD do município do Estado de São Paulo. A metodologia baseou-se em um estudo descritivo de corte transversal onde foram selecionadas escolas e instituições especializadas do município do Estado de São Paulo e realizadas coletas de dados antropométricos (estatura, massa corporal e pregas cutâneas tricepital e subescapular) de pessoas com SD do sexo feminino e masculino na faixa etária de 07 (sete) a 18 (dezoito) anos. O estudo foi dividido em quatro artigos, sendo o primeiro como proposta da revisão de literatura sobre as curvas de crescimento utilizadas nacionalmente e internacionalmente, o segundo estudo abordou a questão da obesidade entre crianças e jovens com SD, o terceiro e o quarto estudo teve como objetivo a elaboração de uma curva de crescimento em estatura e massa corporal, de 9 a 10 anos e 13 a 15 anos, respectivamente, contribuindo assim, para a elaboração de um referencial nacional. Os dados foram tabulados através do software Microsoft Excel 2007 e foi utilizado o pacote estatístico SPSS 17.0. Os dados foram analisados através da estatística descritiva (média e desvio padrão e percentis). Os resultados demonstraram que para a avaliação de crianças e adolescentes com SD quanto ao seu crescimento são recomendadas curvas próprias para um referencial da população brasileira, já que carecemos de dados específicos para a população em questão

Abstract: Down Syndrome (DS) is the most prevalent genetic anomaly resulting from an extra pair of the 21 chromosome. People with Down syndrome have several characteristics that lead to physical and intellectual changes and are responsible for one third of the cases of moderate and severe intellectual disabilities. Brazilian epidemiological data reveals an incidence of 1:600 live births varying according to the age of the parents. Growth has some differences and although it remains relatively constant at the beginning of the growth spurt, the stature is lower, thus resulting in shorter height in comparison to individuals with no syndrome. The growth of people with Down syndrome have been studied for over 80 years and growth curves have been developed in countries such as USA, Netherlands, Sweden, United Kingdom, Ireland, among others, being the American curve developed by Cronk et al in 1988 used as reference,. In this study it was observed that during puberty, the growth in females from 10 to 17 years decreased 27%, while for males, from 12 to 17 years decreased by 50%. However, these curves are considered inappropriate for our population. This study aims to characterize the growth patterns of people with Down syndrome in the city of São Paulo. The methodology was based on a cross-sectional descriptive study, in which selected schools and specialized institutions in the city of São Paulo had performed anthropometric data (height, body mass and triceps skin fold and sub scapular) in females and males aged 07 (seven) to 18 (eighteen) years with the syndrome. It was divided into four articles adjusting to the new structure of the study. The proposal of the first article, is to review the literature on growth curves of both national and international; the second study addresses the issue of obesity among children and young people with Down syndrome; the third and fourth study, aims at the development of a growth curve in height and weight of children from 9 to 10 years and from 13 to 15 years, respectively, thus contributing to the development of a Brazilian reference. Data were drawn using Microsoft Excel 2007 software and the statistical package SPSS 17.0, also analyzed using descriptive statistics (mean and standard deviation and percentiles). The results showed that for the evaluation of children and adolescents with Down syndrome, according to their growth, curves are recommended as reference, for there is a lack of specific data to the Brazilian population with the syndrome
Subject: Down, Síndrome de
Antropometria
Crescimento
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SILVA, Fabia Freire da. Crescimento da pessoa com Síndrome de Down = contribuição para a construção de um referencial. 2012. 85 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Física, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/275033>. Acesso em: 19 ago. 2018.
Date Issue: 2012
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_FabiaFreireda_M.pdf1.4 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.