Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/275016
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: As relações de gênero em uma escola de futebol : quando o jogo é possível? = Genders relations at a football school : when the game happen?
Title Alternative: Genders relations at a football school : when the game happen?
Author: Viana, Aline Edwiges dos Santos, 1984-
Advisor: Altmann, Helena, 1973-
Abstract: Resumo: O objetivo desta pesquisa é compreender como as relações de gênero perpassam a prática do futebol quando meninas e meninos treinam juntos. Para tanto, realizamos uma pesquisa etnográfica em uma escola franqueada na cidade de Campinas/SP que contou com 22 idas a campo, 15 entrevistas semi-estruturadas e seis filmagens de treinos de uma turma mista de futebol, com alunos/as entre 13 e 28 anos. Estudamos as relações de gênero e observamos a participação de jogadores/as, pais, mães e professores. Os resultados apontam que, na escola pesquisada, os treinos dão ênfase a um ensino tradicional do futebol, enfatizando apenas os fundamentos técnicos. Além disso, os procedimentos utilizados não permitem que todos aprendam a prática do esporte e não consideram as habilidades individuais dos jogadores em relação às fases de ensino do jogo. Observamos que preconceitos de gênero são reproduzidos verbalmente e corporalmente pelo professor e pelos/as alunos/as, reforçando a hegemonia masculina no que tange a prática do futebol. O estudo também abriu novos olhares em relação aos significados da prática desse esporte como, por exemplo, a constatação de três fatores que estimulam o exercício do futebol no grupo pesquisado: jogar profissionalmente, cuidar do corpo e gostar dessa prática esportiva

Abstract: This study aims to explore how gender relations permeate football practice when girls and boys practice together. To do so, we carried out an ethnographic study in a private school in the city of Campinas (in the state São Paulo in Brazil). This involved 22 visits to the school, 15 semi-structured interviews and filming six training sessions of a class with boys and girls aged between 13 and 28 years old. We examined gender relations and the participation of players, parents and instructors. The results indicate that, for this particular school, training reinforces traditional football teaching, placing emphasis on basic technical skills. In addition, the procedures used do not enable all students to learn the sport equally and do not consider individual skills of players in relation to teaching stages. We found that gender prejudice is both verbally and physically expressed by the teacher and the students, reinforcing male hegemony when it comes to football practice. The study has also opened up new perspectives regarding what the practice of this sport means. For example, we identified three factors that stimulate football practice within this group: to play professionally, to keep fit and pleasure in practicing this sport
Subject: Relações de gênero
Educação física
Educação
Esporte
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: VIANA, Aline Edwiges dos Santos. As relações de gênero em uma escola de futebol: quando o jogo é possível? = Genders relations at a football school : when the game happen?. 2012. 141 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Física, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/275016>. Acesso em: 20 ago. 2018.
Date Issue: 2012
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Viana_AlineEdwigesdosSantos_M.pdf1.8 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.