Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/274974
Type: TESE
Title: Educação fisica adaptada : proposta de ação metodologica para formação universitaria
Author: Lima, Sonia Maria Toyoshima
Advisor: Duarte, Edison, 1955-
Abstract: Resumo: Há alguns anos, o Ensino Superior tem sido alvo de debates e estudos, sobretudo no que se refere ao relacionamento com os alunos, ao desenvolvimento do ensino, à ausência de discussão sobre questões epistemológicas subjacentes à organização do trabalho docente e de proposta de avaliação de aprendizagem mais coerentes com a realidade educacional. Embora reconhecendo que a Universidade e seus professores não sejam únicos interlocutores e referentes básicos na condição de produtores do conhecimento humano, consideramos que os mesmos projetam modelos curriculares e iniciativas pedagógicas. Esse compromisso pressupõe, via de regra, uma prática de ensino que transcende algumas concepções, reelaboração do pensar e do agir. Ao compreender que as experiências não têm uma referência somente nas razões pessoais, destacamos nessa tese, a construção e uma teorização, através da reflexão sobre a ação, de uma metodologia de ação para a formação universitária em Educação Física Adaptada. Embora seja muito particular, estamos empreendendo discutir a formação universitária com qualidade para todos os acadêmicos, bem como completar as diferentes interfaces do ensino pedagógico. Subsidiamos nossa metodologia de ação nas bases teóricas de Donald Shön e Zeichner que revisitaram as concepções em Dewey. Nas apreciações analíticas, decorrentes do método qualitativo, optamos pela utilização da entrevista. A epistemologia da prática encontra-se centrada na experiência e no saber profissional desenvolvido pelo Projeto de Ação Educacional na Educação Física Adaptada (ProEEFA), na Universidade Estadual de Maringá ¿ Departamento de Educação Física. O saber construído e manifestado a partir da experiência de uma situação vivida com cunho longitudinal, conduziu a um conjunto de informações, conhecimentos e atitudes que foram sendo desenvolvidos no período de quatro anos, com a participação efetiva de vinte discentes que estiveram nas ações entre quatro meses a quatro anos. Ao contextualizarmos a experiência vivida, constatamos através da reflexão sobre a ação que alguns indicativos educacionais se manifestaram como norteadores de uma formação universitária como: a interação nos encaminhamentos do processo pedagógico; que a questão paradigmática interfere no processo de formação educacional; que o professor é um agente social mediador que também é mediatizado por outros agentes; que o conceito de competência ultrapassa a noção comportamentalista do termo; que a motivação é o meio, freqüentemente, para atingirmos o sucesso; que as relações de cooperação devem ser regidas pela reciprocidade com relações constituintes; que a interpelação de cooperação é possível, quando se explicita a autonomia na participação irredutível e indispensável do indivíduo na elaboração de novas formas de pensar e novos conhecimentos; que a proposição dialógica evidenciada destaca a representatividade de troca e crescimento, tanto do educando, quanto do educador. Destacando, ainda, que o saber educacional se insere, a cada momento, nas vidas das pessoas, para que se tornem cidadãs. E, cidadão é aquele que se soma na vida social, e, ao fazê-lo participa, comprometendo-se com a ação político-pedagógica

Abstract: The University Teaching has been the target of debates and studies for some years, mainly concerning the relationship with the students, the development of teaching, the lack of discussion on epistemological issues that are subjacent to the teachers¿ work organization, and a proposal of learning evaluation, which is more coherent with the educational reality. Although knowing that the University and its professors are neither the only interlocutors nor the only basic references in the condition of producers of human knowledge, we consider that they project curricular models and pedagogical initiatives. Such compromise assumes, mainly, a teaching practice that transcends some conceptions, the reelaboration of thinking and acting. Understanding that the experiences have a reference not only in personal reasons, in this thesis we make evident the construction and a theorization, by the reflection-on-action, of an action methodology for the university formation in Adapted Physical Education. In spite of being very particular, we aim at discussing the university formation with quality for all academic students, as well as completing the different interfaces of the pedagogical teaching. Our methodology of action is based on Donald Shön and Zeichner¿s theories, authors who studied Dewey¿s conceptions. Considering the analytical appreciations of the qualitative method we have chosen to use the interview. The practice epistemology is centered on the experience and professional knowledge developed by the Educational Action Project in the Adapted Physical Education (ProEEFA) in the State University of Maringá city ¿ Department of Physical Education. The knowledge constructed and manifested from the experience of a situation lived with a longitudinal characteristic, led to a set of information, knowledge and attitudes that have been developed in a 4-year-period, with the effective participation of twenty professors who were engaged in the actions from four months to four years. When contextualizing the experience we had, based on the reflection-on-action, we concluded that some educational indicatives are the guiders of a university education, that is, the interaction during the performance of the guidelines of the pedagogical process, the teacher as a mediator social agent who is also mediated by other agents; the concept of competence that transcend the behaviorist notion of the term; the motivation that is the frequent way of achieving the success, the relationships of cooperation that are guided by reciprocity with constituent relations; the possibility of an interpellation of cooperation, when the autonomy in the invincible and indispensable participation of the subject concerning the elaboration of new ways of thinking and new knowledge is explained; the dialogic proposition that makes evident the representativeness of changing and growing up of both the student and the educator. The fact that the educational knowledge is increasingly inserted into people¿s life to make them citizens is also evidenced. Besides, citizen is the one who engages himself in the social life, and doing so, he is compromised with the political-pedagogical action
Subject: Educação física para deficientes
Ensino - Metodologia
Formação profissional
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2005
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lima_SoniaMariaToyoshima_D.pdf2.09 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.