Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/274943
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Qualidade de vida e avaliação fisica em intoxicados por mercurio : estudo observacional transversal descritivo
Author: Del Vecchio, Fabricio Boscolo
Advisor: Gonçalves, Aguinaldo, 1949-
Abstract: Resumo: Uma das agressões à biologia humana que desafia a relação saúde-doença no âmbito coletivo do mundo do trabalho é constituída pela contaminação do mercúrio metálico em nosso meio. Ela se dá através da aspiração dos vapores, ingestão de pequenas quantidades ou mesmo pelo contato dérmico. Objetivou-se com o presente estudo explorar o desenvolvimento de linha de pesquisa pioneira em nosso meio de aplicação da atividade física sistemática para a reabilitação de trabalhadores intoxicados ocupacionalmente com mercúrio na Grande São Paulo ¿ SP. Especificamente, tratou-se de mensurar possíveis alterações existentes no interior dessa população quanto à qualidade de vida e capacidades físicas. Para tal, formou-se grupo de pesquisa composto por quatorze mulheres e 33 homens, de 21 a 57 anos de idade, com média de 41,7, trabalhadores urbano-industriais da Grande São Paulo, intoxicados por Hg. Procedeu-se anotação das queixas clínicas dos doentes através de solicitação dirigida não indicativa em procedimento de consulta médica; aplicação de questionário de qualidade de vida (QV), o SF36, bem como realização de avaliações referentes à força muscular, que geraram o índice motor (IM), coordenação motora de membros superiores e inferiores e equilíbrio estático e dinâmico. Os resultados obtidos são indicados no plano descritivo através de distribuição de freqüência com medidas de centralidade e de posição; as inferências foram testadas pela prova de qui-quadrado e pela correlação linear de Spearman. Para a Regressão Múltipla, procedeu-se análise dos valores absolutos das variáveis dependentes (domínios do SF36), levando-se em consideração as independentes, idade, sexo, força muscular, coordenação motora e equilíbrio. Adotou-se p<0,05 como nível de significância. Constata-se que a percepção subjetiva da QV é inferior às de outros grupos populacionais em que o referido instrumento tem sido aplicado, destacadamente doentes coronarianos e ex-combatentes da Guerra do Golfo. Embora situações com relevante déficit funcional tenham ocorrido, não foram encontradas de forma sistemática nesta investigação. Em geral, pode-se apontar que os participantes não apresentam prejuízos destacados nas origens nervosas e conseqüentes inervações musculares, expressam boa quantidade de força para os testes executados e IM de 96; com relação às diferenças de gênero para esta prova, os homens demonstraram significativa superioridade, observou-se adicionalmente que pessoas mais idosas têm menores escores nos testes e menor IM. Acerca da coordenação motora, identificou-se baixo desempenho em apenas três das 36 provas adotadas, sendo que o melhor nível de rendimento foi acompanhado em 85,63% dos casos. A respeito do equilíbrio, deficiências estão presentes em nove das 13 avaliações, no entanto, 95,42% das respostas estão dentro da normalidade. Encontrou-se forte interação entre força muscular e domínios propostos pelo SF36, em especial no sexo masculino. A coordenação motora se mostrou relevante para a Vitalidade e a capacidade de equilíbrio apresenta relação negativa com alguns domínios do componente mental

Abstract: One of the aggressions to human biology, which challenges health-disease relationship within labor collective world, is represented by metallic mercury contamination in our environment. It is related to vapors breathing, small amounts intake or even to dermal contact. The purpose of this study is to explore the research line development, which is pioneer in our environment of systematic physical activity application for the rehabilitation of occupationally mercury-intoxicated workers in São Paulo Metropolitan Region ¿ SP. It was specifically related to the assessment of possible changes within this population, as to quality of life and physical capabilities. A research group of Hg-intoxicated urban-industrial workers in São Paulo Metropolitan Region, constituted by 14 women and 33 men, being 21 to 57 years old, with an average age of 41.7, was created. Patients clinical complains have been noted, through a non-indicative directed request, during a medical examination; quality of life (QL) questionnaire, SF36, was applied, and muscular strength assessments have been carried out, generating motor index (MI), motor coordination of upper and lower members and static and dynamic equilibrium. Results obtained are indicated in the descriptive plan, through frequency distribution with centering-feature and position measures; inferences were tested by Q-square essay and Spearman linear correlation. For Multiple Regression, the analysis of dependent variables absolute values was carried out (SF 36 fields), taking into account the independent ones, age, sex, muscular strength, motor coordination and equilibrium. p<0,05 was adopted as significance level. It can be remarked that QL subjective perception is lower than for other population groups to which referred instrument has been applied, mainly coronary patients and Gulf Was veterans. Although situations presenting a relevant functional deficit have occurred, they were not systematically found in this investigation. Generally, it can be pointed out that participants do not present outstanding nervous damages et consequent muscular innervations, they show a good strength amount for tests performed and MI of 96; as to sex differences in this essay, men presented a significantly higher performance, it was also remarked that older people show lower scores during tests and lower MI. Concerning motor coordination, low performance was only identified in three of 36 essays adopted, best performance level being followed in 85.63% of the cases. As to equilibrium, deficiencies are present in nine of 13 assessments; nevertheless 95.42% of answers are with normal parameters. A strong interaction between muscular strength and fields proposed by SF36 could also be noticed, especially for males. Motor coordination was relevant for Vitality and equilibrium capability presents a negative relation with some mental component fields
Subject: Intoxicação
Mercurio - Contaminação
Qualidade de vida
Capacidade motora - Testes
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: DEL VECCHIO, Fabricio Boscolo. Qualidade de vida e avaliação fisica em intoxicados por mercurio: estudo observacional transversal descritivo. 2005. 106f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Fisica, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/274943>. Acesso em: 4 ago. 2018.
Date Issue: 2005
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
DelVecchio_FabricioBoscolo_M.pdf627.75 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.