Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/274926
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: O campo atrativo perceptual do nadar (CAPn) e a propulsão na natação
Author: Brito, Carlos Alexandre Felicio
Advisor: Araújo Júnior, Braulio, 1946-
Junior, Braulio Araujo
Abstract: Resumo: Este estudo discutiu o Campo Atrativo Perceptual (CAP) e a sincronização na natação tendo como ponto fundamental à intencionalidade do nadar. Será compreendida pelo fenômeno da percepção e explicada pelos princípios da teoria de campo. Como objetivo verificou se o CAP influencia a propulsão dos nadadores de alta habilidade quando comparado com os de baixa habilidade. Os procedimentos metodológicos foram aplicados em nadadores de alta e de baixa habilidade, sendo divididos pelo índice de performance (FAP e CBDA, 2002). Foi criado um instrumento qualitativo e quantitativo para verificação do comportamento fenomenal, no ¿campo visual¿, segundo os pressuposto da teoria de campo. Para análise dos resultados foram utilizados testes não-paramétricos levando-se em consideração a natureza das variáveis estudadas. Foi fixado em 0,05 ou 5% para o nível de rejeição da hipótese de nulidade. Ao realizarmos as divisões dos grupos pelo seu ¿campo visual¿ encontramos, na descrição do comportamento, entre nadadores de alta habilidade comparada com os de baixa habilidade maior força tensional dinâmica no CAP no momento dos 50 m e 75 metros (p<0,001). Em seguida observamos o momento da saída no bloco de partida (p<0,02) e no final dos 100 metros nado crawl (p<0,05). Os resultados deste estudo nos remetem a repensar a prática pedagógica e, portanto, a forma como poderemos resolver o problema da sincronização no nadar. Portanto, a força tensional do CAP estabelece uma configuração na técnica de nado para ambos os grupos num nível de complexidade de atração diferente ¿ poderemos pensar na sobrevalorização do campo e de sua relação com a experiência de nado. Notamos que há uma auto-organização dos nadadores de ambos os grupos com a técnica de nado e podemos inferir que os fatos observados na estrutura do CAP poderiam ser explicados pelas leis organizacionais apresentadas na teoria de campo

Abstract: The purpose of this study is debate the Perceptual Attractive Field on swin (PAFs) and the propulsion in the swim, considering, as fundamental point, the swim intentionality. In this way, the intentionality will be understood by the perception phenomenon and, this one, will be explained by the field theory. The objective of this study was verify if the PAFs cause influence in the swimmer¿s propulsion high ability in comparison with the low ability. The methodological procedure used was applied in high and low ability swimmers, and they were separated according to the index performance (FAP and CBDA, 2002). A quantitatively and qualitative instrument was created to verify the phenomenal behavior, in the ¿visual field¿, according to the field theory. To analyze the results, there were used no parametrical tests, and the variable¿s nature was considered. The nullity rejection hypothesis level was fixed in 0,05 or 5%. When the groups were separated by the ¿visual field¿, we found, in the behavior¿s description, that high ability swimmers in comparison with the low ability swimmers¿, had more dynamic tensional force in the PAFs, between 50 m and 75 meters (p<0,001). After, we observed the exit from parting block (p<0,02) and, finally, but no less important, at the final 100 meters crawl swim (p<0,05). The results of the study take us to consider the pedagogic practice and, in consequence, how the propulsion question can be solved in the swim. So, the PAFs tensional force sets a configuration in the swim technical to both groups, in different complexity attraction level ¿ we can think in the field¿s super valorization and in it¿s relation with the swim experience. We noted that there is a swimmers auto organization, from both groups, with the swim¿s technic and we can infer that the facts noted in the PAFs structure can be explained by the organizational laws presents in the field theory
Subject: Natação
Percepção
Movimento
Educação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: BRITO, Carlos Alexandre Felicio. O campo atrativo perceptual do nadar (CAPn) e a propulsão na natação. 2005. 139p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Fisica, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/274926>. Acesso em: 5 ago. 2018.
Date Issue: 2005
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Brito_CarlosAlexandreFelicio_D.pdf636.95 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.