Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/274922
Type: TESE
Title: Analise das capacidades de resistencia, força e velocidade na periodização de modalidades intermitentes
Author: Lopes, Charles Ricardo
Advisor: Macedo, Denise Vaz de, 1959-
Abstract: Resumo: Avaliações de laboratório e de campo periódica deveriam ser utilizadas para determinar o estado de prontidão físico do atleta e para inferir no treinamento das capacidades físicas específicas para o esporte. Nosso objetivo nessa dissertação de mestrado foi mostrar a importância da avaliação física periódica na prescrição do treinamento para modalidades de esforços intermitentes ao longo de uma temporada competitiva. Trabalhou-se com atletas da categoria junior (sub-20) de futebol e atletas da categoria juvenil de basquetebol ao longo da temporada competitiva (março a dezembro) de 2001 e 2003, respectivamente. Participaram das avaliações um total de 41 atletas, com 18 ± 1 ano de idade. Durante o período de preparação e de competição avaliou-se a capacidade aeróbia, através da determinação do limiar anaeróbio (LA). Para verificarmos a resistência de sprint (RS) utilizamos sprints máximos de 30 metros, que quantifica essa capacidade através do número de sprints de 30-m em velocidade máxima com 20 s de pausa que o atleta consegue realizar sem a velocidade cair abaixo de 10%. Esse teste também permite a quantificação da velocidade média nos 30-m (V30), velocidade máxima (VM) e tempo para atingir velocidade máxima (TVM). Para verificar a força muscular utilizamos o teste de 1(RM) e para potência muscular utilizamos o teste de salto horizontal com os jogadores de futebol e o de salto profundo para os de basquete. O programa de treinamento proposto para o futebol teve como base o modelo de cargas concentradas (concepção contemporânea) e programa de treinamento realizado no basquetebol foi o modelo de cargas destruídas (concepção clássica). As informações das capacidades físicas medidas nos jogadores de futebol mostraram que houve adaptação positiva em praticamente todas as capacidades físicas medidas, que se mantiveram ou mesmo melhoraram durante as 10 semanas do campeonato estadual, e que se encontravam com valores muito próximos em dezembro àqueles exibidos no final da pré-temporada, em junho. Quanto ao basquetebol, a periodização de treino físico correu paralela ao campeonato. Os valores de LA aumentaram em relação ao início da temporada. O TVM e a Vmax melhoraram no final da temporada embora o NS não tenha se alterado. Nossos dados mostram claramente a importância do acompanhamento da evolução de diferentes capacidades físicas importantes para a modalidade ao longo de uma temporada competitiva no auxílio de um trabalho mais individualizado com os atletas

Abstract: Laboratory and field evaluations have been used to determine the athletic physical state and to interfere in the training of specific physical capacities to the sport. Our goal was to show the importance of physical evaluation in the training schedule for intermittent modalities during the competition season. A total of 41 subjects with 18 ± 1 year old (under-20 soccer players and juvenile basketball athletes) were submitted to physical evaluations during the preparation period and the championship. We evaluated aerobic resistance capacity through the determination of the anaerobic threshold (AT). To check sprint resistance (SR) we have used maximum sprints 30 meters quantifies this capacity through the number of sprints. This test also gives the 30-m medium velocity (V30), max. velocity (MV) and the time to reach max. velocity (TMV). To check the muscle strength we used the 1 (RM) test and for potency we used horizontal jump for soccer and the deep jump test for basketball. The training schedule proposed for soccer had as bases the concentrated loads model (contemporaneous concept) and the training schedule for basketball players followed the classical concept. The results showed that there were positive adaptations in almost all parameters measured after the fourteen weeks of pre-season in soccer players, which began in March, 2001. Many these capacities were maintained during the ten weeks of the championship and are closer to the values reached in the end of pre-competitive period before the beginning of the main championship for this category. About the basketball, the AT values increased in comparison with the beginning of the season. For TMV and maximum velocity there were developments mainly in the end of the season but for NS it wasn¿t possible to find increases in the average values. These results clearly demonstrate the importance of to control and individualize the training
Subject: Futebol
Basquetebol
Aptidão física
Treinamento de força
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2005
Appears in Collections:FEF - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lopes_CharlesRicardo_M.pdf315.42 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.