Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/274866
Type: TESE
Title: O papel da propriocepção no desenvolvimento da força muscular e da flexibilidade
Author: Souza, Marcos Bagrichevsky de
Advisor: Vilarta, Roberto, 1956-
Abstract: Resumo: O objetivo deste trabalho é apresentar e discutir os mecanismos reflexos proprioceptivos - evidenciados experimentalmente em situações de movimento e de controle postural - por serem inerentes também ao desenvolvimento da força muscular e da flexibilidade. Busca-se elaborar um conjunto de interpretações teóricas, de como tais mecanismos neurais influenciam, diferenciadamente, as principais técnicas de aperfeiçoamento dessas capacidades. Trata-se de uma pesquisa de cunho bibliográfico, elaborada a partir da identificação, localização e compilação dos dados escritos de diversos estudos. Visou-se o aproveitamento e disposição ordenada do conhecimento existente - relacionado ao objeto de estudo - através das técnicas de análise e interpretação, levando-se em conta o pensamento dedutivo, para construir e desenvolver a relação entre as observações e considerações dos trabalhos utilizados. A propriocepção representa a percepção espacial do corpo e de suas partes, em situações dinâmicas e estáticas. Esse sistema inclui basicamente: receptores sensoriais que detectam e sinalizam as deformações mecânicas, nos tecidos muscular e conjuntivo; fibras aferentes, responsáveis pela condução dos impulsos sensoriais até à medula; neurônios distribuidores, localizados em segmentos medulares e supramedulares, que enviam comandos excitatórios e inibitórios; e fibras eferentes, condutoras desses comandos até o músculo. As principais propriedades físicas do músculo, reguladas pelo sistema proprioceptivo, são o comprimento das fibras, a velocidade com que esse tamanho muda e a tensão à qual elas são submetidas. Os fusos musculares respondem pelas duas primeiras propriedades, formando o reflexo de estiramento, que se destina ao controle das mesmas. Por sua vez, os órgãos tendinosos de golgi mediam a tensão muscular através do reflexo tendinoso, também chamado de reflexo de estiramento inverso. No treinamento para desenvolver a força e a flexibilidade, ocorrem inúmeras alterações no estado mecânico do músculo e de tecidos adjacentes e, por conseguinte, no padrão de intensidade e freqüência da atividade dos dois reflexos mencionados acima. Isso acontece, em virtude da exigência funcional dos estímulos físicos, aplicados sistematicamente. Para o aumento da flexibilidade utilizam-se algumas variações de uma técnica denominada alongamento, que pode ser classificada como: passivo, ativo e F.N.P. Com o intuito de maximizar a força, empregam-se métodos que almejam obter níveis de tensão muscular mais altos, em relação àqueles produzidos nas atividades cotidianas. Tais metodologias são conhecidas como treinamento isotônico, treinamento isométrico e treinamento isocinético. Esses dados permitem deduzir que, com o conhecimento a respeito da mediação dos reflexos proprioceptivos, durante as solicitações mecânicas do tecido muscular, a partir da aplicação dos métodos de aperfeiçoamento das capacidades em questão, é possível interferir no processo de INIBiÇÃO REFLEXA do músculo, minimizando-o. Isso possibilita, potencializar ao máximo as respostas adaptativas musculares, em cada circunstância específica

Abstract: The objective of this work is to present and to discuss the proprioceptive reflex mechanisms - evidenced experimentally in movement and postural control situations - for they are also inherent to the development of the muscular strenght and flexibility. The search is to elaborate a group of theoretical interpretations, of the way such mechanisms influence, differently, the main techniques of improvement of those capacities. It's a research of bibliographical stamp, elaborated starting from the identification, location and compilation of the written data of several studies. It was sought the use and orderly diposition of the existent knowledge - related to the study object - through the analysis techniques and interpretation, being taken into account the deductive thought, to build and to develop the relationship between the data and considerations of the used works. The proprioception represents the spatial perception of the body and its parts, in dynamics and statics situations. That system includes basically: sensorial receivers that detect and signal the mechanical deformations, in the muscular and conjunctive tissues; afferent fibers, responsible for the conduction of the sensorial pulses to the spinal cord; distributor n neurons located in medullary and supramedullary segments, that send excitatory and inhibitory commands; and efferent fibers, drivers of those commands to the muscle. The main physical properties of the muscle, regulated by the proprioceptive system, are the lenght of the fibers, the speed with that size change and the stifness to which they are submitted. The muscular spindles answer for the first two properties, forming the stretching reflex, that is destined to the control of the same ones. For its time, the golgi tendon organs intermediate the muscular stifness through the autogenic inhibition, also called of inverse stretching reflex. In the training to develop the strenght and the flexibility, countless alterations in the mechanic state of the muscle and surrounding tissues occur and, consequently, in the intensity and frequency patterns of the activity of the two reflexes mentioned above. That happens by virtue of the functional demand of the physical stimulus, applied systematically. For the increase of the flexibility some variations of a technique named strectching are used, that can be classified as: passive, active and P.N.F. With the proposal of improving the strenght, methods are used to obtain higher level of muscular stiffness, in relation to those produced in daily activities. Such methodologies are known as isotonic, isometric and isocinetic training. Those data allow to deduce that with the knowledge about the mediation of the proprioceptive reflexes, during mechanical solicitations of the muscular tissue, starting from the application of the methods of improvement of the capacities in subject, it's possible to interfere in the process of REFLEX INHIBITION of the muscle, minimizing it. That enables enlarge to the maximum the muscular adaptability, in each specific circumstance
Subject: Propriocepção
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1998
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Souza_MarcosBagrichevskyde_M.pdf5.77 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.