Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/274779
Type: TESE
Degree Level: Universidade Estadual de Campi
Title: O jogo de futebol : investigação de sua estrutura, de seus modelos e da inteligencia de jogo, do ponto de vista da complexidade
Title Alternative: The soccer game : searche of this structure, its models and intelligence of the game from the point of view of complexity
Author: Leitão, Rodrigo Aparecido Azevedo
Advisor: Moraes, Antonio Carlos de, 1960-
Abstract: Resumo: No desporto de alto rendimento, cada vez mais os detalhes fazem a diferença entre o primeiro e o segundo colocados. O jogo, e no nosso caso o jogo de futebol, é um fenômeno complexo, onde o desempenho de quem joga é transdimensional. A todo o tempo, jogadores e equipes são confrontados com situaçõesproblema, em circunstâncias com alto grau de imprevisibilidade que requerem respostas imediatas, técnicas, táticas, físicas e psicológicas ao mesmo tempo, não dissociadas e de forma integral. Os conflitos e soluções desencadeadas por tais situações geram um ambiente de jogo extremamente dinâmico de constantes ajustes em suas estruturas e com permanente mobilização da inteligência humana, individual e coletiva, que do ponto de vista da complexidade, se torna transdimensional. Caos, fractais, sistemas, jogo, imprevisibilidade; a real compreensão dos fenômenos que levam ao melhor rendimento e aos melhores resultados nas situações-problema do jogo deve transcender os óculos tradicionais que o observam como fenômeno. Dessa forma a proposição dessa pesquisa é: a) analisar o fenômeno da auto-organização no jogo de futebol; b) analisar a mobilização da atuação da inteligência humana em contexto específico de jogo com característica emergencial; c) justificar a necessidade de um modelo de treino para o futebol pautado no paradigma da complexidade. Para tanto, foi realizada pesquisa de caráter qualitativo: 1) com análise de ações técnico-táticas de jogadores de futebol, durante os jogos das quartas-de-final, das semifinais e da final da Copa do Mundo FIFA 2006; 2) através da análise de imagem, a 30 quadros por segundo, de situações específicas em contexto de urgência nesses mesmos jogos; e 3) através de procedimento de observação participante de uma equipe de futebol masculino sub-17, treinada sob o ponto de vista da complexidade. A partir das observações realizadas, podemos destacar dentre outras coisas, que: a) no jogo de futebol a inteligência humana se manifesta individual e coletivamente de acordo com cada circunstância; b) A mobilização da inteligência humana individual, observada em contexto de urgência, mostrou estar intimamente associada à intenção nas ações e à intencionalidade; c) a mobilização da inteligência coletiva de jogo mostrou estar associada a auto-organização das equipes, sendo essa (a autoorganização) a manifestação da inteligência em constante interação com os atratores e outros elementos do sistema "jogo"; d) é o sistema "jogo" que comporta a interação dos sistemas organizacionais das equipes que jogam. A organização de cada um desses sistemas pode ser influenciada e influenciar a organização adversária através, ou de uma interação melhor com o sistema "jogo", ou de ruídos que são gerados por cada uma das equipes visando desequilibrar o adversário (futebol de influência); e) como a organização funciona como uma identidade do sistema, para mantê-la, jogadores e equipes precisam de referências que permitam melhor leitura de jogo e autonomia para as ações. O esquema tático, por exemplo, pode se configurar como uma dessas referências (e também como um atrator do sistema); f) a transdimensionalidade das situações-problema do jogo, sob as lentes da complexidade, justifica a necessidade de um modelo de treino subordinado ao jogo.

Abstract: In high-level sports, small things make difference between the first and second positions. The game, and in this is case the soccer game, is a complex phenomenon where the player's performance is transdimensional. At every time players and teams meet problem-situations, in unpredictable circumstances that need fast technical, tactical, physical and psychological responses, at the same time not separated and comprehensive. The conflicts and the solutions in these situations create a dynamic game environment, with many adjusts in its structures and permanent individual and collective human intelligence mobilization, from the point of view of complexity, it becomes trans-dimensional. Chaos, fractals, systems, game, unpredictability; the real phenomena understanding needs to transcend the traditional view that sees it as phenomenon. Then, the purpose of this research is: a) to analyze the self-organization in soccer game; b) to analyze the human intelligence mobilization in specific game circumstance, with emergency characteristics; c) to justify the need of a training model for soccer based on the complexity paradigm. For this, a qualitative research was carried out: 1) with technical-tactical analysis of soccer players' actions, on round of eight, semi-finals and final of the FIFA World Cup 2006; 2) through image analysis, at 30 frames per second, in emergency specific situations, in the same games, and 3) through the participant observation procedure of a soccer team U-17 male, trained from the point of view of complexity. From observations, we can point out that: a) in soccer game, the human intelligence appears individually and collectively, under the circumstances; b) the individual human intelligence mobilization, observed in urgency situation, is closely associated with the actions intention and intentionality; c) the game human intelligence mobilization is associated with team's self-organization, and this (the selforganization) is the manifestation of intelligence in constant interaction with attractors and other elements of game systems; d) it is the "game" system that contains interaction between the organizational systems of the teams that play. The team organizational systems can be influenced and influence the opponent organization through, either best game system interactions, or noises that are created to unbalance the opponent (influence soccer); e) if the organization is the system's identity, to keep it, players and teams need references that let the best game perception and autonomy to actions. The tactical scheme, for example, can configure with these references (and with system's attractor too); f) trans-dimensionality of game problem-situations, under the complexity's lens, justified the need of a training model subordinated to the game.
Subject: Jogo - Jogo
Inteligência
Futebol
Auto-organização
Esportes - Metodologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Leitao_RodrigoAparecidoAzevedo.pdf13.67 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.