Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/274778
Type: TESE
Degree Level: Universidade Estadual de Campi
Title: Autoconceito e capacidades fisicas de idosos depessivos e não depressivos participantes de um programa de atividade fisica de longa duração
Title Alternative: Selfconcept and physical capabilities of elderly depressed and non-depressed participants in a program of physical activity of long duration
Author: Dalla Dea, Vanessa Helena Santana.
Advisor: Duarte, Edison, 1955-
Abstract: Resumo: Com o aumento da população idosa, o estudo de atividades que buscam proporcionar bem estar físico e psicológico é fundamental. Este trabalho teve como objetivo analisar as alterações e correlações entre autoconceito e capacidades físicas de idosos, com a prática da atividade física durante um ano. Participaram do estudo 130 sujeitos com idade de 60 a 88 anos (média 65,59 e +- 8,26), sendo 32,58% com diagnóstico médico de depressão, confirmado pela Escala de Depressão de Idosos (FIATORE e NELSON, 1996) por meio de Regressão Logística. Para a avaliação do Autoconceito foi utilizada a Escala Fatorial de Autoconceito (TAMAYO, 1981), e foram também realizadas avaliações referentes à força muscular, flexibilidade corporal, equilíbrio estático e dinâmico e resistência aeróbia. As medidas foram realizadas em quatro momentos; antes da intervenção, em intervalos de aproximadamente quatro meses e ao final de um ano. Para a análise dos dados foram utilizadas as seguintes análises estatísticas: Análise de Variância com nível de significância <0,05, Teste de Tukey e a Correlação de Pearson. Os resultados mostram que não houve alterações significativas das capacidades físicas. A ANOVA mostra melhoras significativas no autoconceito geral dos idosos, assim como nos fatores: segurança pessoal, atitude social, ético-moral, percepção da aparência física e receptividade social. Todas estas alterações foram verificadas no grupo de mulheres depressivas e mulheres não depressivas. Não foram encontradas diferenças no autoconceito dos homens depressivos. No grupo de homens não depressivos alterações significativas foram encontradas nos itens segurança pessoal e no autoconceito geral. Correlações entre autoconceito e capacidades físicas altamente significativas foram encontradas apenas no grupo depressivo masculino. Concluí-se que o programa de atividade física proporcionou a manutenção das capacidades físicas e melhorou significativamente o autoconceito dos idosos independente de serem

Abstract: With the increasing elderly population, the study of activities they propose to provide physical and psychological wellbeing is essential. This study aimed to analyze the changes and correlations between selfconcept and physical capabilities of older people, with the practice of physical activity for one year.Study participants were 130 subjects aged 60 to 88 years (average 65.59 +- 8.26), and 32.58% with medical diagnosis of depression, confirmed by the scale of depression of the elderly (Fiatore and Nelson, 1996) using logistic regression. For the evaluation we used the Selfconcept Scale Factor(Tamayo, 1981), and assessment of muscle strength, body flexibility, balance and static and dynamic aerobic endurance.The measurements were performed on four occasions, before the intervention, at intervals of approximately 4 months and the end of one year. For data analysis were used the following statistical analysis: analysis of variance with significance level <0.05, Tukey test and Pearson's correlation. The results show that no significant changes in physical abilities. The ANOVA showed significant improvements in generally selfconcept the elderly, as well as factors: personal safety, social behavior, ethical-moral, physical appearance and perception of social acceptability. All these changes were observed in the group of depressive women and not depressive women. There were no differences in selfconcept of depressive men. In the group of not depressive men significant changes were found on items at security personnel and general selfconcept. Highly significant correlations between selfconcept and physical abilities were only in the depressed men group.Concluded that the program of physical activity that the maintenance of physical capacity and significantly improved the selfconcept independent of the elderly are depressed or not depressed.
Subject: Atividade física
Depressão mental
Idosos
Autoconceito
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
DallaDea_VanessaHelenaSantana..pdf3.76 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.