Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/274703
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Prevalência de lesões em triathlon de longa distância - Ironman®
Title Alternative: Prevalence of injuries in long distance triathlon - Ironman®
Author: Ferracini, Silvia Helena Fusco, 1976-
Advisor: Andries Júnior, Orival, 1957-
Junior, Orival Andries
Abstract: Resumo: Triathlon é uma modalidade esportiva que reúne três etapas (natação, pedal e corrida) de forma ininterrupta. Tem crescido muito nos últimos tempos, principalmente na distância Ironman® que especificamente consiste em 3,8 km de natação, 180 km de ciclismo e 42,195 km de corrida. O Triathlon exige um treinamento diferenciado, aumentando o risco de lesões nos atletas. Este estudo tem o objetivo de analisar a prevalência de lesões em triatletas de Triathlon de Longa Distância-Ironman®. Foi analisado o histórico da lesão, o local, o tipo de lesão e as situações em que elas ocorreram. Para isso, foi aplicado um questionário conhecido como Inquérito de Morbidade Referida, adaptado para a análise dos triatletas amadores que participaram da etapa brasileira do Campeonato Mundial de Triathlon-Ironman® que ocorreu em Florianópolis/SC, em Maio de 2013. As respostas foram transferidas para planilhas e os cálculos estatísticos realizados no software IBM SPSS Statistics 20.0 A diferença de desempenho entre os gêneros e entre indivíduos com e sem histórico de lesão, foi analisada através de teste estatístico. A regressão de Poisson foi utilizada para verificar a relação entre as variáveis de gênero e categoria com a quantidade de lesão. O nível de significância adotado foi de p<0,05. O estudo foi constituído por 92,2% de atletas do sexo masculino e 7,8% do sexo feminino. Os locais anatômicos que ocorreram lesões em maior quantidade foram joelho, com 28,84% para o sexo masculino e 25% para o sexo feminino, seguido de panturrilha 16,28% nos atletas do sexo masculino, e joelho e pé com 25% cada nas atletas do sexo feminino. O tipo de lesão mais prevalente em nosso estudo foi muscular (43,45%). A situação em que ocorreu o maior número de lesões foi correndo para a maioria dos atletas lesionados com um percentual de 66,89%. O estudo ainda relata que não houve diferença significativa entre os atletas lesionados e não lesionados de ambos os sexos com o tempo final de prova concluindo que é comum atletas dessa modalidade esportiva apresentarem lesões no decorrer dos seis meses de treinamento para a realização da prova de Ironman®

Abstract: Triathlon is a sport that brings together three steps (swimming, pedal and race) uninterrupted. It has grown tremendously in recent times, especially in Ironman® distance which specifically consists of 3.8 km swimming, 180 km of pedal and 42.195 km race. Triathlon requires a different training, increasing the risk of injury to athletes. This study aims to analyze the prevalence of injuries in triathletes of long distance-Ironman® Triathlon. Analyzed the history of the injury, the location, type of injury and the circumstances in which they occurred. For this, it applied a questionnaire known as Morbidity Survey, adapted for the analysis of amateur triathletes who participated in the Brazilian stage of the Triathlon-Ironman® World Championship which took place in Florianópolis / SC in May 2013. The answers were transferred for spreadsheets and statistical calculations performed in IBM SPSS 20.0 software. The difference in performance between the sexes and between individuals with and without a history of injury was analyzed by statistical test. Poisson regression was used to investigate the relationship between the variables of gender and class to the amount of injury. The significance level was set at p <0.05 The study consisted of 92.2% of males and 7.8% females. The anatomical sites injuries that occurred in greater quantities were knee with 28.84% for males and 25% for females, followed by calf 16.28% in male athletes, and knee and foot with 25% each in female athletes. The most prevalent type of injury in our study was muscle (43.45%). The situation in which the largest number of injuries occurred was in the race for most injured athletes with a percentage of 66.89%. The study Reported also there was the significant difference between the injured and uninjured athletes of both sexes with the end time trial concluded that it is common to athletes of this sport present injuries in the course of the six months of training to carry out the Ironman®
Subject: Traumatismos em atletas
Triatlo
Atletas
Editor: [s.n.]
Citation: FERRACINI, Silvia Helena Fusco. Prevalência de lesões em triathlon de longa distância - Ironman®. 2015. 1 recurso online ( 91 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Física, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/274703>. Acesso em: 29 ago. 2018.
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ferracini_SilviaHelenaFusco_M.pdf1.19 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.