Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/274683
Type: TESE
Title: Efeito agudo do exercício em intensidade equivalente e acima da máxima fase estável de lactato nas expressões proteicas e mRNAs de HIF-1a, MCTs 1 e 4 e PGC-1a, em tecido cardíaco, hepático e muscular esquelético de ratos nadadores
Title Alternative: Acute effect of exercise in the maximal lactate steady state intensity on protein and mRNA expressions of HIF-1a, MCTs 1 and 4, PGC-1a, in heart, liver and skeletal muscle of swimming rats
Author: Masselli dos Reis, Ivan Gustavo, 1983
Advisor: Gobatto, Claudio Alexandre, 1964-
Abstract: Resumo: Sabe-se que o estresse físico exerce uma função moduladora na expressão gênica dos MCTs 1 e 4 por meio de vias de sinalização moleculares aparentemente distintas envolvendo o co-ativador-1 'alfa' do receptor gama ativado por proliferador do peroxissomo (PGC-1?) e subunidade 1 'alfa' do fator induzível por hipóxia (HIF-1?) respectivamente. Apenas uma única sessão de exercício de resistência (endurance) está associada ao aumento na expressão do MCT1 e PGC-1?, mas não do MCT4, no músculo esquelético vasto lateral de humanos, enquanto o exercício intermitente de alta intensidade parece afetar ambos MCTs 1 e 4 além do PGC-1?. No entanto pouco se conhece sobre o efeito simultâneo do estresse físico sobre o HIF-1?, MCts 1 e 4 e PGC-1? em diferentes tecidos e tipos de fibra. É provável que tanto a expressão quanto a transcrição dos co-ativadores e fatores de transcrição envolvidos na modulação dos MCTs 1 e 4 frente ao estresse físico sejam afetadas pelas características da atividade e ainda variem de acordo com o tipo e especificidade do tecido analisado. Dessa forma, o objetivo desse estudo foi verificar o efeito agudo de uma única sessão de natação até exaustão ou de 30 minutos contínuos ou 25 minutos acumulados intermitentemente, em uma intensidade equivalente ou 20% superior a máxima fase estável de lactato, sobre a expressão gênica e conteúdo protéico dos HIF-1?, MCTs 1 e 4, PGC-1?, imediatamente, 2, 4 e 8 horas após a sessão de exercício, em tecidos chaves para metabolismo do lactato (fibras esqueléticas I e II, fígado, coração) de ratos. O exercício físico aumenta a expressão proteica e mRNA em relação ao grupo controle para maior parte dos genes que foram analisados, porém, não há diferenças entre os grupos exercitados independente do tecido e do protocolo utilizado. Com exceção do tecido hepático cuja apenas a expressão de PGC-1? mRNA é estimulada, uma única sessão de exercício induz diferentes respostas ao longo de 8 horas na expressão mRNA e conteúdo de HIF-1?, MCTs 1 e 4, PGC-1?. Uma sessão contínua de volume reduzido ou uma sessão intermitente em intensidade 20% superior a MFEL, resultam nas mesmas adaptações de uma sessão contínua de 30 minutos de duração em intensidade equivalente a MFEL

Abstract: It is known that physical stress plays a role on regulating the gene expression of MCTs 1 and 4 by distinct molecular signaling pathways involving the peroxisome proliferator-activated receptor gamma coactivator 1 alpha (PGC-1?) and hypoxia inducible factor 1 alpha subunit (HIF-1?) respectively. Only a single endurance session is associated with increased expression of both PGC-1? and MCT1, but not of the MCT4 in the muscle vastus lateralis of humans, while the intermittent exercise of high intensity seems to affect, besides the PGC-1?, both MCTs 1 and 4. However, the knowledge about the simultaneously effect of the exercise stress on the HIF-1?, MCTs 1 and 4 and PGC-1? in different types of tissues and skeletal muscles is unknow. Probably, the transcription factors and the coativators involved in the exercise induced modulation of MCTs 1 and 4 can being differently affected by the exercise intensity and may vary according to the type and metabolic specificity of the tissue. Thus, the aim of this study was to investigate the acute effect of a single swimming session of 30 continuous minutes or 25 minutes accumulated intermittently or until exhaustion in the intensity equivalent or 20% higher than the maximum lactate steady state (MLSS), on the gene expression and protein content of HIF-1?, MCTs 1 and 4, PGC-1?, immediately, 2, 4 and 8 hours after, in key tissues to the lactate metabolism (skeletal muscle of type I and II, liver, heart) of rats. Physical exercise increased protein content and mRNA expression for most of the analyzed genes, however, there are no differences between the exercised groups independently of the tissue or protocol used. With the exception to liver, where only PGC-1? mRNA was stimulated, a single exercise bout induced different responses throughout 8 hours on mRNA expression and content of HIF-1?, MCTs 1 and 4, PGC-1?. Both, continuous or intermittent exercise, of reduced volume and in higher intensity (20%) results in similar responses of a continuous session of 30 minutes duration in the MLSS intensity
Subject: Proteínas
Lactatos
Fatores de transcrição
Expressão gênica
Capacidade aerobia
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
MassellidosReis_IvanGustavo_D.pdf3.83 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.