Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/27266
Type: Artigo de periódico
Title: O hemograma: importância para a interpretação da biópsia
Title Alternative: Blood cell analysis: the importance for biopsy interpretation
Author: Grotto, Helena Z. W.
Abstract: Examination of blood cells is an essential part of the hematological investigation. The introduction of new physical principles for cell analysis incorporated into automated cell counters has provided new information about blood cells. Data related to both quantification and cell morphology features observed in peripheral blood examinations may be helpful during bone marrow analysis. In this brief review some of these new parameters are presented, such as the red blood cell distribution width (RDW) and indices related to volume, immaturity and hemoglobin content of reticulocytes. The interpretation of graphic displays (histograms of red cells, white cells and platelets) can provide further information that is not available from the assessment of numeric data. Other parameters and platelet indices, such as the mean platelet volume (MPV) and immature platelet fraction (IPF) are introduced, although they are still not standardized and must be used with caution. The quantification of various white blood cell populations present in peripheral blood and the advantages and limitations of automated counts are considered. Although the development of sophisticated automated blood cell analyzers has reduced the number of blood smear examinations, this type of procedure should be encouraged as the smear is an important tool in the diagnosis of several pathologic conditions.
Os dados fornecidos pelo hemograma são essenciais dentro da investigação das doenças hematológicas. Os contadores automatizados constantemente têm incorporado novas tecnologias que permitem uma análise mais detalhada das células. Informações referentes tanto a aspectos quantitativos como morfológicos das células sanguíneas podem ser úteis na análise da medula óssea. Nessa minirrevisão alguns desses novos parâmetros são apresentados, como o RDW (distribuição da população de hemácias de acordo com o volume) e índices relacionados ao tamanho, grau de maturidade e conteúdo de hemoglobina dos reticulócitos. A interpretação dos histogramas de hemácias, leucócitos e plaquetas podem fornecer informações adicionais aos resultados numéricos. Outros parâmetros e índices plaquetários, como o volume plaquetário médio (VPM) e a fração de imaturidade das plaquetas (IPF) são introduzidos, embora não estejam ainda padronizados e devam ser usados com cautela. São ainda discutidas a quantificação das várias populações de leucócitos presentes na circulação sanguínea obtidas pelos sistemas automatizados, suas vantagens e limitações. Embora o desenvolvimento de sofisticados analisadores hematológicos tenha reduzido o número de revisões de lâminas de esfregaço sanguíneo, essa prática deve ser encorajada, uma vez que a observação microscópica das células é uma ferramenta importante na identificação de diversas patologias.
Subject: Analisadores hematológicos
hemograma
índices reticulocitários
índices plaquetários
automação
Blood cell analyzers
reticulocyte indices
platelet parameters
automation
Editor: Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia e daSociedade Brasileira de Transplante de Medula Óssea
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S1516-84842009005000045
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S1516-84842009005000045
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-84842009000300013
Date Issue: 1-Jan-2009
Appears in Collections:Artigos e Materiais de Revistas Científicas - Unicamp

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S1516-84842009000300013.pdf163.68 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.