Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/271176
Type: TESE
Title: Linguagem e memoria na doença de Alzheimer = contribuições da neurolinguistica para a avaliação de linguagem
Title Alternative: Language and memory in Alzheimer's disease : contribution of neurolinguistics for the language evaluation
Author: Beilke, Hudson Marcel Bracher
Advisor: Novaes-Pinto, Rosana do Carmo, 1961-
Abstract: Resumo: A doença de Alzheimer é caracterizada pelo deterioro das funções corticais superiores, de padrão progressivo, gradual e persistente. O aumento dos estudos sobre este tema não se deve apenas à incidência estatística e à necessidade de intervir no seu curso, propiciando uma melhor qualidade de vida aos sujeitos, mas também porque a descrição e análise de seus sinais ou sintomas ajudam a compreender o funcionamento do cérebro e das funções superiores, neste trabalho compreendidas como um Sistema Funcional Complexo. Embora as alterações de memória sejam as mais evidentes, alterações de linguagem também estão presentes já nas fases iniciais da DA. Entretanto, por serem mais sutis, normalmente não chamam a atenção dos interlocutores do sujeito e não são detectadas nos testes, pois estes avaliam somente aspectos formais do sistema lingüístico (níveis fonético-fonológico, sintático e semântico), deixando de fora das análises os aspectos pragmáticos e discursivos, justamente onde alterações estariam ocorrendo. Avaliações que considerem esses aspectos contribuiriam significativamente para o diagnóstico diferencial das demências e para a avaliação de sua evolução. A linguagem é entendida, neste estudo, como um sistema simbólico, por meio do qual as funções mentais superiores são socialmente formadas e culturalmente transmitidas; como atividade e como trabalho. A memória, por sua vez, também é tida como prática social, historicamente constituída e organizada pela linguagem e esta, por sua vez, é fundamental para a socialização da(s) memória(s). Conceitos advindos da Análise do Discurso são convocados, uma vez que relacionam memória e linguagem, por meio do conceito de memória discursiva. Tendo as questões acima como cenário, as discussões teórico-metodológicas se desenvolveram à luz da Neurolingüística enunciativo-discursiva. Este trabalho objetiva demonstrar que a análise lingüística de episódios dialógicos, por meio da metodologia microgenética, pode contribuir tanto para a avaliação de linguagem na DA, como para orientar o acompanhamento terapêutico, pois revela aspectos do funcionamento da linguagem e da memória, contribuindo para a construção de teorias neurolingüísticas e neuropsicológicas, além de revelarem a capacidade dos sujeitos para reorganizarem aspectos de sua(s) memória(s), por meio de atividades significativas, pelo uso da linguagem, mostrando-se mais adequadas do que a avaliação por meio de baterias de testes, centradas no sistema da língua, que desconsideram variações individuais e outras variáveis importantes para a compreensão dos fenômenos. A pesquisa buscou ainda evidenciar que interlocutores qualificados podem intervir de forma a retardar a evolução da doença, por meio da proposição de atividades significativas para os sujeitos com DA

Abstract: The Alzheimer Disease is characterized by the cognitive decline of the superior cortical functions, of gradual progressive and persistent development. The increase of the studies on this theme is not due only to the statistical incidence and to the necessity of interventions in the course of disease, in order to provide a better quality of life to the patients, but also because the description and analysis of its signals or symptoms help to understand the functioning of the brain and the mental functions, here understood as a Complex Functional System. Although the manifestations of memory defects are more evident, language alterations also are presented in the beginning of the disease course. However, by being subtler, usually they do not call the attention of the subject's interlocutors and are not detected in the tests, for these only evaluate formal aspects of the linguistic system (the phonetic-phonological, syntactic and semantic levels), leaving aside the pragmatic and discursive aspects, in which the changes might be occurring. Language evaluation that take into consideration those aspects would contribute significantly to the differential diagnosis of the dementias and to evaluate its evolution. Language, is understood in this study, as a symbolic system, by means of which the superior mental functions are socially formed and culturally transmitted, as activity and as work (as labor). Memory is also seen as a social practice, historically constituted and organized by language. Language, also, is fundamental to the socialization of the memory(ies). Concepts brought from the field of Discursive Analysis are evoked, for they relate memory and language, with the concept of Discursive Memory. Having the above issues as the scenario, the theoretical-methodological questions were developed, enlightened by the Enunciative- Discursive Neurolinguistics. The present work aims to show that the linguistic analysis of dialogical episodes, through the microgenetic methodology, may contribute either to the language evaluation in cases of AD or to the therapy, as they reveal aspects of language and memory functioning. They also contribute to the construction of neurolinguistics and neuropsychological theories, besides revealing the ability of the subjects to reorganize aspects of his/her memories, through meaningful activities, by the real language use, being more adequate than the evaluations carried out by means of test, centered in the language system, which do not consider individual variations or any other variation which are important to the understand the phenomena involved. The research also aimed to show that qualified interlocutors might interfere positively in the course of the disease, through the development of significant activities
Subject: Memória
Linguagem
Avaliação
Alzheimer, Doença de
Neurolinguística
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Beilke_HudsonMarcelBracher_M.pdf1.22 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.