Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/271172
Type: TESE
Title: Em briga de marido e mulher ninguém mete... o garfo : estudo neurolinguístico da produção de parafasias semânticas em sujeitos afásicos
Title Alternative: Em briga de marido e mulher ninguém mete... o garfo : neurolinguistic study of the production of the semantic paraphasia in aphasic subjects
Author: Souza-Cruz, Thalita Cristina, 1986-
Advisor: Novaes-Pinto, Rosana do Carmo, 1961-
Pinto, Rosana do Carmo Novaes, 1961-
Abstract: Resumo: Esta dissertação tem como principal objetivo apresentar e discutir a produção de parafasias semânticas por sujeitos afásicos, freqüentadores do Centro de Convivência de Afásicos (CCA), buscando relacionar a emergência desses fenômenos aos processos de categorização semântico-lexical, a partir de análises qualitativas de dados interativos destes sujeitos. As parafasias são tradicionalmente definidas como a troca de uma palavra ou de um som que se quer enunciar por outra palavra/som. Elas são, na literatura neuropsicológica, tradicionalmente classificadas em três categorias distintas, de acordo com a relação observada entre o som/palavra-alvo e o som/palavra enunciada: i) fonológicas (ou literais) - quando ocorre a troca de um som por outro; ii) lexicais - quando há trocas entre palavras que, aparentemente, não apresentam nenhuma relação semântica entre si; e iii) semânticas - quando há uma relação semântica clara entre a palavra-alvo e a palavra produzida. A relevância do estudo justifica-se, dentre outras razões, pelo fato de a parafasia ser um fenômeno que pode ser observado em, praticamente, todos os tipos de afasia - além de ser observado em estados não-patológicos. Os dados apresentados foram videogravados e posteriormente transcritos para esta pesquisa e foram analisadas em uma perspectiva qualitativa, a partir da abordagem microgenética. Esta pesquisa insere-se nos estudos realizados pela Neurolinguística enunciativodiscursiva, desenvolvida no Instituto de Estudos da Linguagem/UNICAMP a partir dos trabalhos de Coudry (1986/1988) e é abrigada pelo GELEP (Grupo de Estudos da Linguagem no Envelhecimento e nas Patologias)

Abstract: This dissertation has as a main goal to present and to discuss the production of semantic paraphasia by aphasic subjects, frequenters of the Centro de Convicência de Afásicos (CCA), trying to connect the emergency of these phenomena to the process of semantic-lexical categorization from qualitative analyzes of interactive data from these subjects. The paraphasia are traditionally defined as the swap of a word or sound that someone want to enunciate for another word/sound. They are, in the neuropsychological literature, traditionally classified in three distinct categories according to the relation observed between the sound/word-target and the sound/word/enunciated: i)phonological (or literal) - when the swap of a sound for another occurs; ii) lexical - when the word swap has no semantic relation apparently; and iii)semantic - when there is a clear evidence of a semantic relation between the word-target and the word produced. The relevance of the study is justified, among other reasons, by the fact of the paraphasia be a phenomenon that can be observed in, practically, all kinds of aphasia - yet observed in non-pathological states. The data presented were videotaped and posteriorly transcript for this research and they were analyzed in a qualitative perspective from the microgenetic approach. This research inserts in the studies realized by the Neurolinguistics enunciative-discoursive, developed in the Instituto de Estudos da Linguagem/UNICAMP from the studies of Coudry (1986/1988) and it is covered by GELEP (Grupo de Estudos da Linguagem no Envelhecimento e nas Patologias)
Subject: Parafasia
Afasia
Neurolinguística
Semântica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Souza-Cruz_ThalitaCristina_M.pdf1.99 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.