Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/271147
Type: TESE DIGITAL
Title: Comunicação e mobilização na gestão participativa de Unidades de Conservação = o caso da APA da Serra da Mantiqueira
Title Alternative: Communication and Mobilization in the participatory management of protected areas : the case of Serra da Mantiqueira EPA
Author: Menezes, Débora, 1973-
Advisor: Caldas, Maria das Graças Conde
Abstract: Resumo: Esta pesquisa tem por objetivo central analisar o processo de comunicação entre os diferentes atores sociais (Estado, ONGs, comunidades) no processo de gestão participativa da APA (Área de Proteção Ambiental) da Serra da Mantiqueira. Trata-se de um Estudo de Caso de Natureza Exploratória e Qualitativa. A pesquisa foi desenvolvida por meio de observação em campo, análise documental e realização de entrevistas com os diferentes grupos envolvidos, em dois momentos no período da pesquisa (2013-2014). A Teoria da Mobilização Social (Toro & Werneck, 1996) foi o principal referencial teórico utilizado. A partir dessa leitura foi possível identificar a rede de comunicação/mobilização e papéis dos participantes dessa rede, tendo o órgão público ICMBio, responsável pela gestão da APA da Serra da Mantiqueira, como produtor social, mediador das relações em torno dos objetivos da gestão participativa. Este trabalho ainda dialoga com as dimensões que influenciam o processo de Comunicação, apontadas por Taddei & Gamboggi (2011), alterando significados e interferindo nesse processo. Com base nos resultados obtidos verificou-se, na instância reuniões do Conselho da APA, que o processo de comunicação tem falhas internas na gestão, formato e compartilhamento de informações. Embora a execução de reuniões, diagnósticos participativos para a elaboração do Plano de Manejo da APA da Serra da Mantiqueira seja um aspecto positivo, alguns desafios precisam ser superados. Um dos principais desafios dos conselheiros é o de rever a utilização de ferramentas e o processo de comunicação em si, para ampliar a mobilização e participação dos atores envolvidos. Aponta, a necessidade de elaborar um documento-síntese de trabalhos realizados com a comunidade, em especial o diagnóstico do plano de manejo, em linguagem acessível, e encaminhar aos moradores locais. Conclui-se, ainda, que a utilização de instrumentos de comunicação e educação ambiental, na perspectiva da Educomunicação, pode ser melhor explorada para otimizar a capacidade comunicativa da APA e de seus atores sociais. Ampliar a capacidade comunicativa nessa rede significaria, partilhar conhecimento e entendimentos comuns sobre a educação e conservação ambiental, o desenvolvimento sustentável e a preservação da cultura regional, que fazem parte dos objetivos da APA. Dessa forma, este trabalho contribui para a compreensão da gestão da comunicação em espaços educativos não formais

Abstract: This research aims mainly to analyze the communication process among the different social actors (State, NGOs and Communities) in meetings about Serra da Mantiqueira Conservation Unit for the implementation of a local Management Plan. It refers to a Case Study of an Exploratory and Qualitative Nature. The research was developed through field observation, documental analysis and interviews carried out with the different groups involved, divided in two stages within the period of the research (2013-2014). The Theory of Social Mobilization (Toro & Werneck, 1996) was the main theorical referral used. From this reading, it was possible to identify the communication/mobilization network and the participants roles of this network, having the governmental body, ICMBio, responsible for the Management of Serra da Mantiqueira EPA (Environmental Protection Area), as a social producer, mediator of relationships towards the goals of the participative management. This work still communicates with the dimensions that influence the Communication process, pointed out by Taddei & Gamboggi (2011), and that dimensions changing meanings and interfering in the process. Based on the obtained results, it was observed, in the instance of EPA Counseling meetings, that the communication process has presented failure and internal flaws in the management, framework and information sharing. Although the meetings execution, participative diagnosis for the development of a Management Plan for EPA, is a positive aspect, some challenges need to be overcome. One of the main challenges from counselors is to revise the use of tools and the communication process itself in order to broaden the mobilization and participation of the involved actors. It also points to the need of elaborating a document-summary of the developed work with the community, especially the diagnosis of the management plan, in an accessible language, and forwarding it to the local residents. Moreover, it is concluded that the use of the communication and environmental education instruments, in concern of the Educommunication perspective, may be better exploited to optimize the communicative capability of EPA and of the social actors. Broadening the communicative capability within this network would mean sharing the knowledge and common understanding about the environmental education and conservation, the sustainable development and the preservation of regional culture, which is part of EPA aims. Thus, this work contributes to the understanding of communication management in non-formal educational spaces
Subject: Comunicação
Educação ambiental
Proteção ambiental - Participação do cidadão
Administração - Participação dos empregados
Educomunicação
Área de Proteção Ambiental da Serra da Mantiqueira (MG-SP-RJ)
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Menezes_Debora_M.pdf4.53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.