Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/271135
Type: TESE
Title: Análise fonético-acústica da expressividade de emoções em depoimentos reais
Title Alternative: Acoustic-phonetic analysis of the expression of emotions in real life speech
Author: Silva, Wellington da, 1989-
Advisor: Barbosa, Plinio Almeida, 1966-
Abstract: Resumo: Esta dissertação apresenta um estudo intercultural da percepção de emoções expressas pela fala em situações comunicativas reais conduzido com ouvintes brasileiros e suecos. A literatura sobre o tema mostra que sujeitos ouvintes são capazes de reconhecer emoções expressas na fala em experimentos de percepção com um percentual de sucesso muito superior ao que seria obtido ao acaso, mesmo quando avaliando estímulos em uma língua estrangeira e de uma cultura diferente. Os principais objetivos do estudo apresentado foram investigar quais parâmetros fonético-acústicos dentre os extraídos são afetados pelo estado emocional dos falantes, em quais deles os sujeitos ouvintes se guiam para julgar o grau de expressão dessas emoções nos experimentos de percepção, investigar se os sujeitos realizam melhor essa tarefa para dimensões emocionais do que para emoções discretas, se a cultura e a língua materna dos sujeitos influenciam na percepção das emoções e se os sujeitos brasileiros e suecos se guiam pelos mesmos parâmetros acústicos para fazer esse julgamento. Os corpora utilizados consistem de enunciados de mulheres falantes do português brasileiro e do sueco extraídos de um documentário e de programas de televisão e de rádio. Os enunciados passaram por uma análise acústica, na qual as seguintes classes de parâmetros acústicos foram medidas automaticamente com um script para o programa PRAAT: frequência fundamental e sua primeira derivada, intensidade global, inclinação espectral e espectro médio de longo-termo (LTAS). Dessas classes foram calculados vários descritores estatísticos, totalizando doze parâmetros acústicos. Conduzimos dois experimentos de percepção com sujeitos brasileiros e suecos. No primeiro deles, os sujeitos avaliaram, em escalas graduadas de 0 a 4, o grau de expressão de emoções discretas descritas por oito adjetivos (alegre, comovido, surpreso, triste, contente, angustiado, aflito e entusiasmado) para os enunciados em português brasileiro. No segundo experimento, os sujeitos julgaram o grau de expressão de cinco dimensões emocionais (ativação, justiça, valência, motivação e envolvimento) para os enunciados em sueco. As respostas dos sujeitos nos experimentos foram submetidas a análises de PCA. Para o experimento I, essas análises revelaram que as emoções descritas pelos oito adjetivos foram avaliadas pelos sujeitos de ambas as nacionalidades conjuntamente por duas grandes dimensões emocionais: felicidade e neutralidade. Para o experimento II, os dois componentes da PCA revelaram que os sujeitos de ambas as nacionalidades julgaram as cinco dimensões emocionais distinguindo entre um estado de "calma" de um estado de maior agitação emocional. Os componentes da PCA foram correlacionados com os parâmetros acústicos por meio de análises de regressões lineares, que mostraram que os sujeitos de ambas as nacionalidades se guiaram pelos mesmos parâmetros acústicos para realizar os julgamentos nos dois experimentos. Esses parâmetros também foram muito robustos em classificar os trechos de fala nas análises de LDA realizadas. Os parâmetros que se mostraram mais relevantes foram o LTAS, a mediana e a semiamplitude entre quartis da frequência fundamental e a média e o desvio-padrão da inclinação espectral. É possível concluir que a cultura e a experiência emocional dos sujeitos brasileiros e suecos não influenciaram na percepção das emoções expressas nos dois corpora

Abstract: This dissertation presents a cross-cultural study on the perception of real emotions expressed in speech conducted with Swedish and Brazilian listeners. The literature on the subject shows that listeners are capable of recognizing emotions expressed in speech in perception experiments with much higher percentage of success than that expected by chance, even when evaluating stimuli in a foreign language and of a different culture. The main objectives of the present study were to investigate which acoustic-phonetic parameters among those extracted are affected by the emotional state of the speakers, on which of them the listeners rely to judge the degree of expression of these emotions in the perception experiments, to investigate whether the subjects perform better in this task when evaluating emotional dimensions rather than discrete emotions, whether the listeners¿ culture and mother language affect the perception of the emotions and whether the Brazilian and the Swedish subjects rely on the same acoustic parameters to make the judgements. The corpora used consist of utterances of female speakers of Brazilian Portuguese and Swedish extracted from a documentary film as well as from radio and TV programs. The following acoustic parameters were measured automatically for these utterances with a script for the software PRAAT: fundamental frequency and its first derivative, global intensity, spectral tilt and Long-Term Average Spectrum (LTAS). A total of twelve statistical descriptors were computed for these parameters. We conducted two perception experiments with Brazilian and Swedish subjects. In the first one they evaluated the degree of expression of the discrete emotions described by eight adjectives (joyful, moved, surprised, sad, contented, anguished, distressed and enthusiastic) for the utterances in Brazilian Portuguese on scales ranging from 0 to 4. In the second experiment the subjects rated the degree of expression of five emotional dimensions (activation, fairness, valence, motivation and involvement) for the utterances in Swedish. The responses of the subjects in the experiments were analyzed by means of PCA. For experiment I, the PCA revealed that the listeners of both nationalities evaluated the emotions described by the eight adjectives jointly by means of two major emotional dimensions: happiness and neutrality. For experiment II, the two PCA components revealed that the listeners of both nationalities evaluated the five emotional dimensions distinguishing between a state of "calmness" and a state of higher emotional agitation. The PCA components were correlated with the acoustic parameters by means of linear regression analyses. These analyses showed that the subjects of both nationalities relied on the same acoustic parameters to make the judgements in both experiments. These acoustic parameters were also very robust in classifying the utterances in the LDA performed. The parameters which proved more relevant were the LTAS, fundamental frequency median and semi-interquartile range and spectral tilt mean and standard deviation. It is possible to conclude that the culture and the emotional experience of the Brazilian and the Swedish subjects did not affect the perception of the emotions expressed in both corpora
Subject: Ciência cognitiva
Emoções
Fonética
Percepção da fala
Comunicação intercultural
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_Wellingtonda_M.pdf2.1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.