Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/271131
Type: TESE
Title: Para um estudo da estruturação ritmica na fala disartrica
Title Alternative: Towards a study of the rhythmic structural in dysarthric speech
Author: Vieira, Jussara Melo
Advisor: Barbosa, Plinio Almeida, 1966-
Abstract: Resumo: A disartria é uma desordem da fala decorrente de comprometimentos neuromusculares. Tais comprometimentos podem causar alterações na respiração, na fonação, na ressonância e na articulação da fala. Estes comprometimentos podem ser decorrentes de traumatismo craniano (TC). O TC é uma agressão cerebral resultante de uma pancada na cabeça e/ou uma queda com fratura craniana. Na fala disártrica pode haver, também, falha no mecanismo velofaríngeo devido à paralisia/paresia do palato mole. Neste caso, o resultado acústico para a fala é a hipernasalidade e a emissão de ar nasal, que podem ser tratadas através do uso de uma prótese de palato elevadora (PPE). Na disartria, o ritmo da fala também pode estar alterado, implicando alterações nos locais de acento frasal (AF), na inserção e na duração das pausas silenciosas (PS). Sendo assim, interessou-nos investigar a estruturação rítmica da fala disártrica decorrente de TC. Para tanto, obtivemos a colaboração de uma falante disártrica, usuária de PPE, falante nativa do português brasileiro (PB) acometida por TC. O estudo desta fala isártrica teve como objetivos: comparar as condições de uso e não uso da PPE; comparar a estruturação rítmica da fala disártrica brasileira (FDB) com uma fala sem comprometimentos (FSC); comparar a estruturação rítmica da FDB com uma fala isártrica francesa (FDF); estudar a relação sintaxeprosódia na estruturação rítmica da fala tanto na comparação com a FSC quanto na comparação com a FDF; adquirir melhor entendimento da fala disártrica pós TC, considerando o modelo de ritmo da fala para o PB de Barbosa (2006). Para cumprir estes objetivos, acompanhamos o tratamento com PPE da falante disártrica de 1995 a 2005. Neste período coletamos e analisamos oito leituras de um mesmo texto realizadas por ela usando a PPE e duas leituras sem esta prótese: uma em 1995 e outra em 2005. A FSC correspondeu à leitura do mesmo texto da FDB. A FDF correspondeu à leitura de outro texto francês. Nestas leituras realizamos análises acústicas e de sua organização rítmica em unidades vogal-vogal (VV), grupos acentuais (GA), AF e PS. Nas análises das oito leituras da FDB houve redução no número de PS, redução da participação das PS na duração do texto lido e aumento da taxa de elocução (TE). A estruturação rítmica da FDB com e sem a prótese foi a mesma. Houve diferença significante entre a FDB e a FSC para a TE e para a duração das PS, mas não para a duração dos GA nem para o número de unidades VV. Na comparação entre a FDB e a FDF não houve diferenças significativas quanto à TE, taxa de articulação e número de unidades VV por GA. Na relação sintaxe-prosódia, as marcas sintáticas IDF (independência forte) e COORD (independência de uma conjunção coordenada) foram significativas tanto para a FDB quanto para a FSC. Mas não para a FDF. Nosso trabalho contribuiu para destacar a pertinência de estudos que considerem a relação dinâmica entre fatores biomecânicos e lingüísticos da fala, notadamente para a fala comprometida e, em especial, para a fala disártrica pós TC

Abstract: Dysarthria is a speech disorder caused by neuromotors problems. These neuromotors problems may cause breath, phonation, resonance and speech articulation disturbance. The cause of these neuromotors problems can be the traumatic brain injury (TBI). TBI is a lesion that result of cerebral aggression, a collision in the head/or a fall happening cranial breaking. Dysarthric speech can have too velopharyngeal dysfunction by total/partial paralysis soft palate. In case of soft palate palsy the hypernasality may be present, with emission of nasal air during oral sounds. In order to deal with hypernasality and nasal air emission a palatal lift (PL) is indicated. The use of PL stimulates the correct movement of the soft palate, which produces the appropriate closure of the velopharyngeal port. Rhythm speech can be altered in dysarthric speech. We realize then a study of the rhythmic structure of the dysarthric speech by TBI. For doing so, eight dysarthric speaker?s readings during prosthesis treatment with the palatal lift, are compared with readings without prosthesis, with a reference speaker and a French dysarthric speaker. These comparisons are done by analyzing vowel-to-vowel units (VV), stress groups, phrase stress and silent pauses under the theoretical framework of Barbosa (2006)?s speech rhythm model applied to Brazilian Portuguese. In the eight readings of the Brazilian dysarthric speaker, there were reductions on the number of silent pauses and pause occurrence. An increase of speech rate was also observed. The results showed that there is no distinction in rhythmic structure with and without prosthesis. The comparative analysis between the Brazilian dysarthric speaker and the reference speaker showed significant differences in speech rate and silent pause duration, but no significant difference in the duration of stress groups or in the number of VV units. The comparative analysis between the Brazilian dysarthric speaker and the French dysarthric speaker showed no significant differences in speech rate, articulation rate and number of VV units inside stress groups. As regards the syntax-prosody interface, the syntactic markers IDF (strong independency) and COORD (coordinated conjunction independency) were significant for both the Brazilian dysarthric and the reference speaker. However, these markers were not significant for the French dysarthric speaker. This work reinforces the importance of considering both linguistics and biomechanics aspects on the analysis of dysarthric speech
Subject: Distúrbios da articulação
Protese de palato
Traumatismo craniano
Speech rhytm
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Vieira_JussaraMelo_D.pdf3.37 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.