Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/271127
Type: TESE
Title: Genêro biográfico e historiográfico na Roma antiga = os testemunhos das fontes e a obra de Suetônio e Tácito = Biographic and historiographic genre in ancient Rome : the source's testimonials and the work of Suetonius and Tacitus
Title Alternative: Biographic and historiographic genre in ancient Rome : the source's testimonials and the work of Suetonius and Tacitus
Author: Lima, Danielle Chagas de, 1988-
Advisor: Vasconcellos, Paulo Sérgio de, 1959-
Abstract: Resumo: As obras De Vita Caligulae, de Suetônio, e De Vita Iulii Agricolae, de Tácito, são duas obras biográficas de composição e características bastante diferentes, o que se reflete, muitas vezes, nas apreciações modernas quanto à biografia. A primeira obra, de cunho mais histórico, suscita muitas discussões quanto a seu gênero e, por ser de autoria de um historiador canônico, costuma ser considerada muito elaborada para uma biografia. A segunda obra estudada aqui, por sua vez, cujo eixo narrativo é de caráter privado, amiúde é concebida como uma biografia pouco elaborada, sobretudo pela carência de informações históricas. Tendo notado a frequente comparação entre as duas obras (verificando, muitas vezes, o detrimento da biografia de Suetônio como uma obra historiográfica), bem como certa hesitação quanto a definição do gênero a que elas pertencem, buscamos, nesta dissertação, apresentar as possíveis diferenças genéricas entre biografia e história na Antiguidade, uma vez que tais conceitos, e a apreciação de obras e autores, parecem variar na bibliografia moderna. Assim, apresenta-se nesta pesquisa um levantamento das definições do gênero biográfico por autores modernos, as reflexões de autores da Antiguidade - tais como Cícero, Quintiliano, Cornélio Nepos, Plutarco, Políbio e Luciano de Samósata - sobre a escrita biográfica e historiográfica, e uma breve análise do desenvolvimento do gênero biográfico, suas relações com a historiografia e características de composição. Pretendemos, ao analisar tais questões, observar se a biografia pode ser considerada um gênero autônomo - mesmo que suas fronteiras com a historiografia não sejam claramente definidas. Por fim, analisamos as obras de Tácito e Suetônio, a fim de examinar a construção das duas obras e como elas poderiam estar inseridas no gênero biográfico. Ao fim de nosso estudo, apresentamos a tradução comentada, do latim para o português, da De Vita Iulii Agricolae

Abstract: Both Suetonius' De Vita Caligulae and Tacitus' De Vita Iulii Agricolae are biographical works with very distinct composition and features, which may often reflect in modern approaches with respect to biography. The first title, of historical nature, draws much discussion about its genre and, on account of being written by a canonical historian, is commonly considered too much elaborated for a biography. On its turn, the second one, whose narrative axis has a private character, is usually understood as less laborious, especially due to the lack of historical information. Observing the frequent comparison between both titles (the detriment of Suetonius' biography as historiographical work is regularly verified), as well as the hesitation concerning the genre they belong to, this dissertation describes an investigation into possible generic differences between biography and history in ancient times, once such concepts, besides the appraisal of works and authors, seem to fluctuate through modern bibliography. Hence, the present research raised several definitions of biographic genre by contemporary authors, the reflections of ancient writers - like Cicero, Quintilian, Cornelius Nepus, Plutarch, Polybius, and Lucian of Samosata - on biographical and historiographical writing, and a short analysis of biographical genre's development, its relationships towards historiography and composition features. The aim of such questions is to observe whether biography can be taken as an autonomous genre - even though its border with historiography is not clearly defined. At last, the mentioned Tacitus' and Suetonius' titles are analyzed in order to investigate the construction of both works and how they may be enclosed in biography genre. The commented translation of De Vita Iulii Agricolae from Latin into Portuguese is presented after the study
Subject: Suetônio. De vita Caligulae - Crítica e interpretação
Tácito. Devita Iulii Agricolae - Crítica e interpretação
Biografia
Historiografia
Gêneros literários
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2012
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lima_DanielleChagasde_M.pdf1.5 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.