Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/271057
Type: TESE
Title: Estudo enunciativo sobre o funcionamento de "super" como forma livre e sua relação com o dizer feminino
Title Alternative: Enunciative study on the operation of "super" as free form and its relation to the feminine enunciative mode
Author: Bertagnoli, Danusa Lopes, 1984-
Advisor: Zoppi-Fontana, Mónica, 1961-
Fontana, Mónica Graciela Zoppi, 1961-
Abstract: Resumo: Neste trabalho, procuramos descrever o funcionamento de super como forma livre, especialmente na sua relação com o verbo como, por exemplo, em super quero, super recomendo, super vou comprar etc. Nestes casos, observamos a incidência de super sobre o verbo sem que ele esteja preso à base verbal, mostrando assim um funcionamento diferente do prefixo super- como, por exemplo, em superproteger e superestimar. Para compreendermos este funcionamento analisamos, em um primeiro momento, os aspectos morfossintáticos que caracterizam esta forma, pensando, por um lado, a sua relação com super- (prefixo) e, por outro lado, a sua relação com os verbos sobre os quais incide. Em um segundo momento, procuramos compreender o funcionamento semântico-enunciativo de super, considerando o conceito de Modificador Sobrerrealizante (MS), proposto por García Negroni (1995, 1999), assim como os conceitos de modalização e performatividade. Através deles, pudemos compreender o funcionamento de super como forma livre na enunciação, caracterizando-a como uma marca através da qual o locutor se representa no enunciado, ou ainda como um modo de dizer a partir do qual é possível observar a relação do sujeito com a língua. Por fim, devido à natureza do nosso corpus, que se constitui majoritariamente de enunciados retirados de blogs com temas genericamente caracterizados como femininos, nos propusemos a analisar o espaço de enunciação no qual estes enunciados ocorrem (a blogosfera), bem como as determinações das relações de gênero que observamos neste espaço, a fim de mostrarmos como super pode, entre outras marcas linguísticas, caracterizar um modo de dizer feminino

Abstract: In this work we seek to describe the operation of super as free form, especially in its relation to the verb, for example, super quero (Isuper want), super recomendo (Isuper recommend), super vou comprar (I'm super going to buy), etc. In these cases, we observed the effect of super on the verb without it being attached to the verbal base, thus showing a different operation from that of the prefix super- as, for example, superproteger (overprotect) and superestimar (overrate). In order to understand this operation, at first we analyzed the morphosyntactic aspects that characterize this form, on the one hand thinking its relation to super-(prefix) and, moreover, its relation to the verbs it affects. In a second stage, we sought to understand the semantic-enunciative operation of super,considering the concept of a modifiercalled "surrealisant" (overrealizing) by García Negroni (1995, 1999) as well as the concepts of modality and performativity. Through them, we can understand the operation of super as a free form in the enunciation, characterizing it as a mark by which the speaker represents themselvesin the utterance, or as anenunciative mode in which it is possible to observe the relation between the subject and the language. Finally, due to the nature of our corpus, which consists mainly of utterances taken from blogs with themes generally characterized as feminine, we purposed to analyze the space of enunciation in which these utterancesoccur (the blogosphere), as well as the determinations of gender relations observed in this space in order to show how super can, among other language marks, characterize a feminine enunciative mode
Subject: Semântica
Enunciação (Linguística)
Modalidade (Linguistica)
Mulheres - Linguagem
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bertagnoli_DanusaLopes_M.pdf1.96 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.