Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/270997
Type: TESE
Title: Uma hipotese funcional para (a) praxia no curso da doença de Alzheimer
Title Alternative: A functional hypothesis for (a) praxia in the course of Alzheimer's disease
Author: Marmora, Claudia Helena Cerqueira
Advisor: Coudry, Maria Irma Hadler, 1949-
Abstract: Resumo: Esta tese tem como proposta discutir o processo que conduz às modificações funcionais relacionadas à práxis humana durante o curso demencial na Doença ou Demência de Alzheimer (DA), sob uma perspectiva funcional do sistema nervoso e vincula-se à Neurolingüística discursiva, perspectiva em que se assenta a prática clínica com a linguagem aqui em foco. Alinhada a tal proposta, preconiza-se a eleição de procedimentos terapêuticos no campo da Fisioterapia que contemplem o tratamento de sujeitos/pacientes com demência. Inserida em uma perspectiva cognitiva, esta tese apresenta duas correntes que influenciaram inicialmente seu percurso teórico: a Neuropsicologia soviética e a Neurolingüística discursiva. Na primeira, toma-se, como principal referência, o conceito de sistemas funcionais complexos formulado por Alexander R. Luria, sobre o funcionamento cerebral dinâmico, integrado e plástico do cérebro. Na segunda, toma-se a linguagem como o elemento simbólico crucial que norteia as demais funções cognitivas (memória, percepção, praxia, atenção, etc.). Essa Neurolingüística é baseada em uma concepção de linguagem como atividade constitutiva historicamente concebida, abrangente e pública. Decorrem de tais influências, posições teóricas que levam em conta do papel central da cultura e da linguagem na evolução psíquica ou cognitiva ao longo da história humana. Consideramos inicialmente que a DA não pode ser explicada unicamente por fenômenos anátomo-orgânicos e que fatores sociais, culturais e históricos intrínsecos ao curso de vida podem influenciar e determinar a progressão da doença. Portanto, as lembranças e os esquecimentos são também partes integrantes não só da doença, mas também da vida dos sujeitos com demência. Posto isso, a hipótese desta tese é que o resgate da memória individual e coletiva por meio da linguagem, presente na história pessoal e social, ajuda a (re)construção da memória no curso demencial. Através da linguagem em funcionamento e como sistema simbólico de representações e de significações, mantêm-se vivas as relações do sujeito com o mundo e com o outro. Assim também se mantém a função práxica. O corpus da pesquisa foi obtido nas sessões de acompanhamento fisioterapêutico longitudinal, no interior do projeto de pesquisa: ¿Acompanhamento fisioterapêutico longitudinal de sujeitos com demência (Doença de Alzheimer): análise de processos práxico-cognitivos¿ CDP/Propesq: 039/02 do Departamento de Fisioterapia da Faculdade de Medicina na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), vinculado ao ¿Projeto Integrado de Pesquisa em Neurolingüística avaliação e banco de dados¿ (CNPq: 521773/95-4), sendo seu objetivo a investigação da função práxica no curso demencial em um grupo de sujeitos com diagnóstico de DA, em estado inicial e intermediário, acompanhados durante 12 meses. Os dados foram videografados e transcritos. Os expedientes metodológicos utilizados para avaliar a condição cognitiva e funcional dos sujeitos foram entrevistas individuais, uma avaliação fisioterapêutica e o questionário de declínio cognitivo do idoso (IQCODE). Os resultados mostram a importância dos príncipíos teórico-metodológicos desse tipo de intervenção fisioterapêutica, baseada na vivência da interlocução, com foco na gestualidade e na construção do sentido no campo da Fisioterapia

Abstract: This thesis has as proposal to discuss the process that leads to the functional modifications related to the human praxis in the demencial course in Alzheimer¿s disease (AD), under a functional perspective of the nervous system; this thesis is tied to a neurolinguistic discoursive approach that orientes towards the clinical practice with the language in focus. Lined up to such proposal, it has been elected therapeutical procedures into the Physiotherapy field that contemplate the treatment of subjects/patientes with dementia. Within in a cognitive perspective, this thesis presents two chains that had influenced initially its theoretical path: the soviet Neuropsychology and the discursive Neurolinguistics. In the first one, the main concept is the complex functional systems formulated by Alexander R. Luria, on the dynamic, integrated and plastic cerebral functioning. In the second perspective, language is the crucial symbolic element that guides the many cognitives functions (memory, perception, praxia, attention, etc.). This Neurolinguistics is based on a conception of language as a constitutive activity historically conceived, inclusive and public. Theoretical positions elapse of such influences that take into account the central role of the culture and the language in the psycho or cognitive evolution along the human history. We consider initially that AD cannot solely be explained by anatomic and organic phenomena, but social, cultural and historical factors intrinsic to the life course can influence and determine the progression of the illness. Therefore, the memories ¿ preserved and lost - are also integrant parts not only of the illness, but also of the subjects lives with dementia. Being like this, the hypothesis of this thesis is that the rescue of the individual and collective memory by means of the language, given by personal and social history, aid the (re)construction of the memory in the demencial course. Through the language in functioning and as a symbolic system of representations and meanings, one keeps "alive" the relations of the subjetc with the world and with the other. Thus also the praxic function is kept. The corpus of the research was collected in the sessions of the longitudinal physiotherapeutic sessions, as part of the research project: "Longitudinal physiotherapeutic treatment of subjects with dementia (Alzheimer¿s disease): analysis of the praxis and cognitive processes" CDP/Propesq: 039/02, Department of Physiotherapy of the College of Medicine in the Federal University of Juiz De Fora (UFJF), tied with the "Integrated Project of Research in Neurolinguistics evaluation and data base" (CNPq: 521773/95-4), being its objective the inquiry of the praxic function in the demencial course in a group of subjects with AD diagnosis, in initial and intermediate degrees, followed during 12 months. The data had been recorded in video and transcriptions. The metodological expedients used to evaluate the cognitive and functional condition of the subjects had been individual interviews, a physiotherapeutic evaluation and the Informant questionnaire of cognitive decline in the elderly (IQCODE). The results show the importance of these theoretical and methodological physiotherapeutic intervention, based in the experience of the interlocution, focused in gestuality and the construction of the sense in the field of Physiotherapy
Subject: Alzheimer, Doença de
Apraxia
Memória
Fisioterapia
Neurolinguística
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2005
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Marmora_ClaudiaHelenaCerqueira_D.pdf988.27 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.